Guia reúne dados científicos sobre as abelhas sem-ferrão no Amazonas

O Instituto Mamirauá disponibilizou para download o Guia Ilustrado das Abelhas Sem-Ferrão das Reservas Amanã e Mamirauá, Amazonas, Brasil. A obra visa preencher a lacuna no conhecimento da biodiversidade da região. Rico em ilustrações, o livro reúne dados científicos e sistematiza o conhecimento dos comunitários, além de ser uma importante referência para identificação das espécies de abelhas.

Os autores trazem dados sobre a região onde as abelhas foram coletadas, modo de vida/hábito de nidificação, plantas visitadas, descrição taxonômica, indicação de técnicas de manejo e ampla referência da bibliografia especializada que trata das espécies abordadas. De acordo com o Instituto Mamirauá, que é uma organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a obra é uma ferramenta detalhada, útil para manejar esses animais e divulgá-los como peças-chave para a conservação ambiental na Amazônia.

Uma das autoras do livro é a pesquisadora Bárbara Richers, do Instituto Mamirauá. Ela acredita que a aplicabilidade da pesquisa está na difusão dos resultados. De acordo com ela, o guia apresenta novas ocorrências de espécies para no estado do Amazonas e para a região do Médio Solimões. "A divulgação das informações pode colaborar na atualização dos inventários de espécies de abelhas nativas do país e contribuir ainda com o fluxo de informações científicas e técnicas com interesse de aplicação prática pelos criadores de abelhas nativas sem ferrão", explica.

O Guia de Abelhas pode ser acessado aqui (arquivo PDF).

Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia e Informação