USDA investiga descoberta de variedade transgênica de trigo

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) disse no dia 26 de setembro de 2014, que está investigando a descoberta de trigo geneticamente modificado no Centro de Pesquisa Agrícola da Universidade Estadual de Montana. Segundo o USDA, a descoberta foi feita em julho.

O anúncio ocorre num momento em que o USDA está concluindo uma longa investigação sobre a descoberta de trigo transgênico não autorizado em uma plantação de Oregon, em maio do ano passado. O USDA disse que não conseguiu determinar como o trigo chegou à propriedade mas que este parece ter sido um incidente isolado.

O departamento permite o cultivo de trigo transgênico em lavouras-teste em todo o país, mas não autorizou sua produção comercial. Embora o centro de pesquisa da Universidade de Montana tenha realizado testes com a variedade entre 2000 e 2003, as plantas descobertas em julho não deveriam estar no local.

O surgimento de variedades não autorizadas costuma gerar desconfiança entre parceiros comerciais dos Estados Unidos. Quando o trigo transgênico foi encontrado na propriedade de Oregon, Japão e Coreia do Sul suspenderam temporariamente a importação de trigo dos EUA.

"Se o mercado dos EUA apresentar sinais de trigo (geneticamente modificado), as exportações do país podem ser bastante afetadas" disse a investigadora Bernadette Juarez, do USDA.

Ela observou, no entanto, que o caso mais recente deve gerar menos preocupação entre compradores de trigo norte-americano, já que o centro de pesquisa da universidade não é uma operação comercial.

O trigo encontrado tanto em Oregon quanto em Montana foi desenvolvido pela Monsanto, para resistir ao herbicida conhecido como glifosato. Os dois casos, no entanto, não são relacionados, disse o USDA. A Monsanto disse que está cooperando com a investigação mais recente do USDA.

Fonte: Canal Rural