Balança do agronegócio fecha com superávit de US$ 6,8 bilhões em setembro

A balança comercial do agronegócio encerrou setembro com superávit (exportações maiores que importações) de US$ 6,88 bilhões. O volume resulta de US$ 8,3 bilhões em vendas externas e US$ 1,42 bilhão em compras do Brasil no exterior. Os números foram divulgados ontem (08/10/14) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

As exportações do mês caíram 7,4% na comparação com setembro do ano passado, quando ficaram em US$ 8,96 bilhões. Já as importações, que em setembro de 2013, somaram US$ 1,38 bilhão subiram 3,6% em igual período. O complexo soja (grão, farelo e óleo) é o principal responsável pela retração nas vendas externas, em função da redução da quantidade embarcada e preço.

Em setembro do ano passado, foram exportados US$ 2,74 bilhões do complexo soja contra US$ 1,99 bilhão no mesmo mês deste ano, uma queda de 27,4%. O volume embarcado, que havia ficado em 5 milhões de toneladas em setembro de 2013, caiu para 3,97 milhões de toneladas no mesmo mês deste ano. Além disso, de acordo com o Ministério da Agricultura, o preço médio de exportação do setor caiu 7,4%.

A redução nos embarques de soja já era uma tendência nos resultados da balança comercial global, divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. O diretor do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação do órgão, Roberto Dantas, atribuiu o movimento ao fato de 2013 ser uma base comparativa elevada, em razão de antecipações de embarque de soja para a China.

No caso das carnes, segundo principal setor exportador do agronegócio no mês, houve elevação nas vendas. O volume negociado passou de US$ 1,38 bilhão para US$ 1,5 bilhão, alta de 9%. O incremento se deve à alta nas exportações de carne suína e de frango, pois houve queda na receita auferida com carne bovina.

O valor exportado de carne bovina recuou 9,3%, de US$ 619 milhões em setembro do ano passado para US$ 562 milhões no mesmo mês deste ano. O preço médio para exportação subiu 8%, mas a queda de 16,1% na quantidade embarcada causou a diminuição no ingresso financeiro.

Já o setor sucroalcooleiro, terceiro em representatividade na balança agrícola, teve queda de 21,3% no valor exportado, de US$ 1,24 bilhão para US$ 972 milhões entre setembro do ano passado e igual mês deste ano.

Fonte: Agência Brasil
Mariana Branco – Repórter
Carolina Pimentel – Edição