Segurados podem comparar indicadores de qualidade dos planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou no dia 19 de novembro de 2014 o Raio X das Operadoras de Planos de Saúde. O levantamento leva em conta 30 indicadores, que compõem a nota de cada plano de saúde, reunidos no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS). O índice foi criado em 2011, mas pela primeira vez a agência reuniu os dados em uma tabela única, o Painel de Dados Integrados da Qualidade Setorial, em que é possível comparar os planos.

De acordo com a diretora de Desenvolvimento Setorial da ANS, Martha Oliveira, o objetivo do levantamento é avaliar o desempenho das operadoras e fornecer informação qualificada ao beneficiário. "É uma avaliação que a gente vem fazendo ao longo do tempo e que hoje traz, além do retrato desse desempenho, algumas propostas de outros indicadores que possam municiar o beneficiário a comprar um produto, um plano de saúde, a trocar o plano de saúde e até mesmo avaliar o seu plano de saúde".

Foram avaliadas 1.237 operadoras de planos de saúde do país, que juntas somam 68 milhões de beneficiários. As notas vão de 0 (pior) a 1 (melhor), de acordo com o desempenho em atenção à saúde; estrutura e operação, satisfação dos beneficiários; e econômico-financeiro. Entre os parâmetros analisados, estão a taxa de mamografia, a proporção de parto cesáreo, dispersão da rede assistencial e o índice de reclamações.

No geral, a ANS considera boa a avaliação dos planos e informa que os indicadores não apresentam alteração significativa nos últimos anos. Do total, 66,7% dos planos de saúde tiveram desempenho bom ou ótimo em 2013, ano usado como base dos últimos dados divulgados; 21,9% podem ser consideradas razoável e 11,4% ruins ou péssimos. Na distribuição por número de usuários, 82,5% são atendidos por operadoras com avaliações boa ou ótima.

O diretor-presidente da ANS, André Longo, destaca que o painel é importante para que o beneficiário possa escolher o plano mais adequado para suas necessidades. "Esse é um esforço técnico da agência para qualificar as informações para o consumidor, a empresa, todos os contratantes de plano de saúde. É muito importante que as pessoas possam utilizar essas informações na hora de fazer as suas escolhas, até do ponto de vista das suas necessidades com relação a um plano de saúde que ela esteja querendo contratar".

A Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde) divulgou nota informando que atribui a melhora no IDSS aos "esforços das operadoras de planos e seguros de saúde em qualificar suas operações e atendimento aos beneficiários".

Os dados podem ser consultados na página da ANS, tanto a avaliação individual de cada operadora como o painel com os dados reunidos.

Fonte: Agência Brasil
Akemi Nitahara — Repórter
Aécio Amado – Edição