Idec lança publicação sobre redução de sódio nos alimentos

Foi lançada em setembro de 2014 pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) a publicação "Redução de sódio em alimentos: uma análise dos acordos voluntários no Brasil". O lançamento ocorreu durante o XXIII Congresso Brasileiro de Nutrição, ocorrido em Vitória, no Espírito Santo. O material é o primeiro da "Série Alimentos" do Instituto, publicada com o apoio financeiro do IDRC (International Development Research Centre), e está disponível para download neste link.

O tema dos acordos voluntários para redução de sódio nos alimentos têm sido acompanhado pelo Idec desde 2011. Foram realizadas quatro pesquisas de rotulagem e análise laboratorial que constataram, entre outros resultados, fragilidades no cumprimento, estipulação e transparência em relação às metas de redução do ingrediente em produtos alimentícios populares no mercado. A publicação, que avaliou a questão sob a perspectiva do governo, setor produtivo e sociedade civil, traz o resultado desse trabalho e aponta como o panorama atual dos acordos é insuficiente na promoção de benefícios relevantes para a saúde.

"É uma publicação de uma pesquisa muito detalhada sobre o processo de implementação dos acordos voluntários para redução de sódio. Os resultados indicam que a falta de transparência e monitoramento adequado, além das tímidas metas de redução, podem comprometer os impactos na redução do consumo de sódio na população brasileira" comenta Ana Paula Bortoletto, pesquisadora em alimentos do Idec.

No Brasil, o consumo de sódio é duas vezes maior do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde, sendo que o consumo de sódio em excesso é reconhecido como um dos principais fatores de risco para hipertensão e doenças do coração como insuficiência cardíaca, infarto e acidentes vasculares, além de problemas renais.

Entre as principais estratégias adotadas para reverter esse quadro estão os acordos voluntários assinados entre o Ministério da Saúde e as Associações da indústria de alimentos para redução de sódio em alimentos industrializados. Para o Idec, não apenas o sódio como todos os nutrientes não saudáveis precisam ter metas rígidas de redução nos alimentos consumidos no País, com amplo apoio, incentivo e acompanhamento do poder público.

Fonte: Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor