Repileite vai transmitir palestras técnicas ao vivo pela web

A Rede de Pesquisa e Inovação em Leite (Repileite) – www.repileite.com.br – está se programando para transmitir pelo menos 12 palestras técnicas ao vivo em 2015. E a primeira será nas próximas semanas. A data e o tema da palestra inaugural estão em fase de definição e serão divulgados pela própria Repileite em breve.

A estrutura das apresentações será adaptada especialmente para a iniciativa. Serão de 30 a 40 minutos de explanação, seguidos de 20 minutos de perguntas por meio do chat, totalizando uma hora de transmissão. “Trata-se de um formato objetivo e eficiente, que em ocasiões anteriores proporcionou resultado bastante positivo, sendo muito bem avaliado pelos participantes”, apontou o gestor da Repileite, Leonardo Gravina.

O ambiente das transmissões também atende a um padrão que facilita a compreensão do tema e a interação entre os envolvidos. No alto da tela do computador uma janela mostra o palestrante em ação. Logo abaixo, no meio da tela, aparece o conteúdo dos slides da apresentação acompanhando em tempo real o desenvolvimento da palestra. Na parte baixa da tela o espaço é reservado para o chat, com perguntas, respostas e comentários.

Gravina ressalta que sempre ao final das palestras será disponibilizado aos participantes material de aprofundamento referente ao tema apresentado, como publicações, vídeos e outros materiais informativos.

O Chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Gado de Leite, William Bernardo, destaca que as transmissões de eventos técnicos ao vivo em rede utilizando as ferramentas proporcionadas pela internet é uma tendência atual. “Trata-se de uma forma bastante dinâmico de transferir tecnologia e uma forma de a Embrapa estar mais perto de seu público e da sociedade como um todo”.

Criada em 2011 pela Embrapa Gado de Leite, a rede social temática tem como finalidade o compartilhamento de conhecimentos e a discussão de assuntos relacionados ao setor leiteiro. A Repileite possui atualmente mais de 4.200 membros, distribuídos por todos os estados brasileiros e até em outros países. Apresenta uma média de 8.000 acessos mensais vindos de cerca de 600 cidades.

A Rede tem aproximado diversos representantes da cadeia produtiva do leite, proporcionando debates técnicos, formação de parcerias, prospecção de demandas, e difusão de conhecimentos e tecnologias, entre outras oportunidades. Para atingir seus objetivos, utiliza ferramentas interativas da web, como fóruns, blogs, vídeos, chats e transmissões ao vivo.

FONTE: Embrapa Gado de Leite
Marcos La Falce – Jornalista
Telefone: (32) 3311-7495