Atitudes simples ajudam na redução do consumo de água

O consumo responsável é um grande aliado na preservação do meio ambiente. Quando o assunto é água, isso se torna ainda mais importante, já que este é um recurso finito. Mudar hábitos no dia a dia pode trazer benefícios tanto para o meio ambiente quanto para a economia familiar e também garantir o abastecimento em dias quentes como os que são registrados no Paraná neste mês.

De acordo com o diagnóstico do Sistema Nacional de Saneamento, a média de consumo de água por habitante no Brasil é de 167,5 litros por dia (dados de 2012). No Paraná, a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) registrou em 2013 um consumo diário de 124 litros por pessoa. Este índice ainda é alto se comparado com as orientações da Organização das Nações Unidas (ONU), que indica como suficiente um consumo de 110 litros por pessoa.

Segundo a gestora de educação socioambiental da Sanepar, Juliana Gonçalves Brandani, a economia é essencial para a preservação do planeta. “Muitas pessoas não se dão conta que a maioria dos alimentos que compramos, por exemplo, precisam de água para ser produzidos. Desde carne, a verduras e até mesmo enlatados. No entanto, temos apenas 0,3% de água doce disponível no planeta. Por isso, não existe outra solução que não seja economizar”, diz Juliana.

Atitudes simples no dia a dia podem contribuir para mudar o comportamento e reduzir gastos. Ao lavar a roupa, deve-se utilizar a capacidade máxima da máquina e aproveitar a água usada para lavar calçadas.

No banheiro, as descargas com válvulas na parede ou caixas acopladas devem estar sempre bem reguladas. As caixas acopladas são as melhores escolhas para reduzir o consumo. “Ao reduzir o consumo de água tratada estamos colaborando para preservar os recursos hídricos, uma vez que o volume de água captada para o abastecimento também reduz”, explica Juliana.

Na prática

Cuidados na hora do banho também ajudam a economizar. O dono do Hotel Baviera e do Hotel Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu (PR), Nelson Seibet, trocou os chuveiros tradicionais instalados nos banheiros dos apartamentos por modelos mais econômicos. Segundo ele, a medida ajudou na redução do consumo do Hotel Baviera. “O gasto de água hoje é a metade do que há dez anos”, disse. O hoteleiro já está planejando a reforma e troca de equipamentos também no Hotel Três Fronteiras.

O gerente do Hotel Baviera, Alex Douglas Ribeiro, explica que foram trocadas as instalações hidráulicas de 23 apartamentos e instalados mais 62 novos equipamentos. “Quando ampliamos o hotel, aproveitamos e modificamos também o sistema de aquecimento. Todos os chuveiros elétricos foram substituídos por este novo modelo que, além de reduzir o consumo de água, utiliza o sistema de aquecimento solar”, completa.

Além dos hábitos do dia a dia, fique atento a vazamentos, os maiores vilões no combate ao uso racional. A revisão nos encanamentos e o conserto de torneiras pingando são as primeiras medidas que devem ser tomadas.

“Não existe solução milagrosa. É preciso mudar o comportamento para que tenhamos bons resultados. Cada um de nós pode faze sua parte e consumir água de maneira sustentável”, destaca Juliana.

Dicas de como usar adequadamente a água tratada:

– Reduza o tempo do banho e o tempo da torneira aberta enquanto escova os dentes, ensaboa as mãos ou faz a barba.

– Prefira vasos sanitários que utilizam menos água para a descarga.

– Não deixe a torneira aberta o tempo todo enquanto lava a louça.

– Reduza a lavagem diária de roupa. Acumule e use a capacidade máxima da máquina de lavar.

– Lavar as calçadas com a mangueira é desperdiçar água tratada. Para “varrer” a sujeira, use a vassoura.

– Lave o carro usando balde.

– Quando viajar, feche o registro da entrada de água, evitando desperdícios e vazamentos.

– Quem tem piscina de fibra ou de alvenaria em casa deve fazer manutenções periódicas para garantir a qualidade da água, a saúde de quem usa a piscina e ainda economizar água.

– A complementação do nível da piscina deve ser feita fora dos horários de consumo elevado – antes das 10 e depois das 22 horas.

– A água das piscinas de plástico não precisa ser descartada todos os dias para não comprometer o abastecimento. Uma piscina de 5 mil litros armazena água suficiente para abastecer uma família de até quatro pessoas por 15 dias.

– Cubra a piscina plástica quando ela não estiver sendo utilizada. Além de evitar que sujeiras caiam na água, também evita-se que a incidência da luz solar cause eutrofização, processo que provoca a proliferação de algas e bactérias na água. Cobrir a piscina também evita que ela se transforme em foco do mosquito transmissor da dengue e de outras doenças.

– Sempre que houver interrupção no abastecimento, a recomendação da Sanepar é para que seja priorizado o uso da água para a alimentação e higiene pessoal.

– Todo imóvel deve ter caixa-dágua adequada ao número de pessoas que moram no imóvel, suficiente para o abastecimento por 24 horas. Escolha o tamanho adequado ao seu imóvel:

500 litros — para até 4 pessoas

750 litros — de 5 a 6 pessoas

1000 litros — de 7 a 10 pessoas

FONTE: Agência de Notícias do Paraná