Cientistas discutem impactos das mudanças climáticas na agropecuária

Pesquisadores brasileiros e estrangeiros vão se reunir em Campinas (SP), nos dias 12 e 13 de fevereiro de 2015, para apresentar resultados de pesquisa que demonstram o real impacto dos sistemas de produção animal na América Latina em relação ao efeito estufa e tecnologias para redução de emissões e adaptação da pecuária às novas condições climáticas. Os dados serão divulgados durante o workshop internacional a respeito dos impactos da produção animal sobre as mudanças climáticas, que ocorre na Embrapa Informática Agropecuária.

Pesquisas indicam que o manejo adequado da pastagem, o aumento da produtividade e a consequente redução da demanda por novas áreas de pastagens têm contribuído para uma pecuária brasileira mais sustentável, com redução, principalmente, das emissões de gases de efeito estufa. Os relatos de pesquisa apresentados no workshop devem confirmar estas informações e estabelecer os índices mais atualizados a respeito do tema.

Tecnologias já disponíveis permitem o aumento do sequestro de carbono no solo, como a recuperação de pastagens degradadas e o sistema de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF). No caso da redução da emissão de metano, ela ocorre, por exemplo, quando o produtor faz a suplementação do gado com concentrado, fornece forragem de melhor qualidade e utiliza boas práticas de manejo animal. Além da redução da emissão dos gases de efeito estufa, a adoção dessas e outras tecnologias tem a vantagem de aumentar a eficiência dos sistemas de produção e, consequentemente, melhorar o retorno financeiro para o pecuarista.

A programação inclui projeções climáticas para a América Latina em diferentes cenários e suas implicações para o setor de produção animal, estratégias de adaptação e mitigação, perspectivas socioeconômicas, de inventário e políticas, além de definição de estratégias para o setor de produção animal com foco na adaptação às mudanças climáticas, redução das emissões de gases de efeito estufa e aumento da produtividade.

O evento é uma ação do projeto internacional AnimalChange, realizado em parceria com a Embrapa. O público-alvo são profissionais das áreas de pesquisa, indústria, extensão e formulação de políticas públicas.

Em 2015, mudanças climáticas devem ser um dos principais temas de debate entre cientistas em todo o mundo, já que, em dezembro, na França, será discutido um novo acordo sobre o clima. Os impactos da agropecuária e alternativas de mitigação de emissões de gases de efeito estufa (GEE) devem fazer parte dessa agenda de debates.

Inscrições

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela Internet até 27 de janeiro.

Mais informações sobre o workshop podem ser consultadas neste link.

AnimalChange

O projeto de pesquisa AnimalChange reúne cientistas da Europa, África, Ásia e Brasil para integrar opções para a produção animal sustentável. O programa tem o objetivo de quantificar a emissão de gases do efeito estufa em várias regiões do planeta e em diferentes sistemas de produção.

Liderado no País pela Embrapa Informática Agropecuária, é integrado pela Embrapa Agrobiologia (Seropédica/RJ), Embrapa Amazônia Ocidental (Manaus/AM), Embrapa Amazônia Oriental (Belém/PA), Embrapa Cerrados (Planaltina/DF), Embrapa Gado de Corte (Campo Grande/MS), Embrapa Pantanal (Corumbá/MS) e Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos/SP).

Anote na Agenda

Workshop Produção Animal e Mudanças Climáticas na América Latina
(Livestock and Climate Change Workshop)
Data: 12 e 13 de fevereiro de 2015
Local: Embrapa Informática Agropecuária
Endereço: Av. André Tosello, 209 – Campus Unicamp / Barão Geraldo – Campinas/SP

FONTE: Embrapa Pecuária Sudeste
Gisele Rosso – Jornalista
Telefone: (16) 3411-5625

Embrapa Informática Agropecuária
Nadir Rodrigues – Jornalista
Telefone: (19) 3211-5747