Concurso da NASA tem prêmio de US$ 3 mil para projetos feitos por estudantes

Você sonha em conhecer a Agência Espacial Americana (NASA)? Então, comece a colocar no papel como você imagina que uma estação espacial do futuro seja. Até o dia 1º de março de 2017, a Agência recebe projetos de estudantes do mundo todo sobre o tema. O prêmio? US$ 3 mil e a chance de apresentar a sua ideia na reunião da Sociedade Espacial Norte-americana.

Uso de tecnologias é o que gera riqueza no meio rural

Não é mais a posse da terra nem o tamanho da fazenda o que diferencia fazendeiros pobres e ricos. Hoje, o que gera mais riqueza, e a concentra nas mãos de uma minoria dos fazendeiros, é a maior capacidade que esses fazendeiros têm de usar bem as tecnologias agrícolas disponíveis. A conclusão é do estudo sobre concentração da renda agrícola feito com base nos dados do Censo de 2006.

Por que o índice de preço dos Alimentos da FAO caiu?

O índice de preço dos alimentos da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO – Food and Agriculture Organization) atingiu um máximo da série, no valor de 240,1 pontos, em fevereiro de 2011 e caiu para algo em torno de 149 pontos em janeiro e fevereiro de 2016 (considerando 100 = a média de 2002-2004).

A falta que faz o saber indígena

Até a ONU {Organização das Nações Unidas], às voltas com tantos problemas que envolvem países inteiros, está preocupada com as ameaças aos povos indígenas no Brasil, que considera mais graves que os dos anos 1980 – diz um informe especial publicado no primeiro dia deste mês [setembro 2016]. Causas: demarcação de terras estagnada, enfraquecimento da Fundação Nacional do Índio (Funai) pelos últimos governos e iniciativas em andamento na atual administração que podem agravar o panorama.

Concurso UFSC: inscrições para 149 vagas de técnico-administrativo se inciam hoje

O Departamento de Desenvolvimento de Pessoas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) comunica a publicação de edital nº 15 do concurso público para a carreira Técnico-Administrativa em Educação. O edital oferta 149 vagas para diversos cargos, distribuídos entre os campi Florianópolis, Araranguá, Blumenau e Curitibanos.

A inscrição será efetuada somente via internet mediante o preenchimento de Requerimento de Inscrição constante no site http://015ddp2016.paginas.ufsc.br/, entre as 10 horas do dia 12 de julho e às 23h59 do dia 3 de agosto.

Leguminosas que darão o que falar

No Ano Internacional das Leguminosas, o Instituto Internacional de Agricultura Tropical (IITA) organiza com orgulho o que promete ser um acontecimento histórico, a Conferência Mundial sobre Feijão de Corda e Leguminosas em Grãos Pan-Africanas. A Conferência, que acontecerá em março em Zâmbia e reunirá especialistas do continente africano e de outras partes do mundo, será uma oportunidade para compartilhar ideias sobre sementes comestíveis como feijão de corda, feijões comuns, lentilhas, grão de bico e favas, entre outras variedades que agora gozam de seus 15 minutos de fama como superestrelas da nutrição.

Brasil: potência orgânica?

Quando pensamos nos benefícios do alimento orgânico logo nos vem à cabeça os aspectos relacionados à saúde humana, pelo simples fato de evitarmos o consumo de agrotóxicos. No entanto, as virtudes vão além, sendo a produção orgânica aliada direta da própria conservação da natureza.

Alimentos orgânicos são produzidos por meio de técnicas específicas, buscando otimizar recursos naturais e socioeconômicos, objetivar a sustentabilidade econômica e ecológica e minimizar o uso de energias não-renováveis, sem empregar materiais sintéticos, organismos modificados geneticamente ou radiações ionizantes.

Por que o Brasil deve se preocupar com acordos de livre comércio entre outros países?

O virtual colapso da Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC) e o ritmo lento das discussões em torno de disciplinas como serviços e propriedade intelectual contribuíram para estimular uma profusão de acordos comerciais em vários cantos do globo. Afinal, dizem seus defensores, se o arranjo multilateral não vingou, então acordos bilaterais e plurilaterais têm que dar conta do recado da liberalização comercial.

Identificação animal como estratégia de defesa sanitária

A globalização resultou no aumento da comercialização internacional de animais e de seus subprodutos. Porém, as doenças infecciosas são uma das principais barreiras para a expansão deste comércio. Todavia, para o Brasil se manter como o primeiro exportador mundial de carne bovina é necessário reforçar as medidas de controle sanitário, sendo o principal desafio manter e expandir a área livre de febre aftosa, especialmente porque outros países da América do Sul ainda são endêmicos ou apresentam surtos esporádicos da doença.

O uso intensivo e sustentável dos recursos naturais

“Intensificação sustentável.” Este é um conceito que cada vez mais ganhará notoriedade. A razão é simples. A população mundial seguirá crescendo, mais urbanizada e exigente, em um planeta de recursos naturais finitos. Vai exigir mais alimentos, energia e bem-estar, o que requer uso mais eficiente das riquezas da natureza – e será preciso conservar tais bens para as gerações futuras.