Série JR: veja como reforma previdenciária mexe com os funcionários públicos e rurais

Clique na imagem para ver este vídeo

Os trabalhadores rurais e os funcionários públicos seguem uma regra própria para a aposentadoria. Caso a reforma previdenciária estivesse em vigor, o sistema privado e o público passariam a ter as mesmas regras. Acabariam, por exemplo, a integralidade e a paridade. Dessa forma, o funcionário público não receberia mais o salário, que ganhava quando estava na ativa. E, no caso das pessoas que trabalham no campo, atualmente, elas pagam a Previdência um percentual sobre aquilo que vendem. Caso ocorra uma mudança, esses trabalhadores teriam que contribuir com parcelas fixas mensais.

FONTE: Jornal da Record