Da Redação


De janeiro a maio, as exportações do agronegócio paulista cresceram 38,6%, com US$ 3,59 bilhões, e as importações subiram 15,8%, somando US$ 1,32 bilhão, com saldo de US$ 2,27 bilhões, 56,6% a mais que no mesmo período de 2003. Os dados são do Instituto de Economia Agrícola de São Paulo (IEA). No período janeiro-maio de 2004, os embarques do estado somaram US$ 11,12 bilhões (32,7% do total nacional), e as importações US$ 10,34 bilhões (45,5% do total), com superávit de US$ 774,80 milhões


Panorama Brasil – 23/06/2004
http://www.panoramabrasil.com.br/

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Da Redação


Prazo para ingresso de animais na base de dados vai até 29 de novembro

Atendendo solicitação do setor produtivo, o secretário da Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Maçao Tadano, assinou portaria suspendendo a etapa de 90 dias para ingresso e permanência de animais na Base Nacional da Dados do Sistema Brasileiro de Identificação de Origem Bovina e Bubalina (Sisbov).

A medida – motivada pela impossibilidade das empresas produtoras de brincos atenderem, com rapidez, a crescente demanda dos dois últimos meses – mantém, até o próximo dia 29 de novembro o prazo de 40 dias para ingresso e permanência de bovinos e bubalinos na base de dados. A coordenação do Sisbov espera que o atendimento à demanda esteja normalizado até o final de julho.

A coordenadora do Sisbov, Denise Euclydes Mariano da Costa, lembra porém que os demais prazos do cronograma foram mantidos. Assim, a partir de 30 de novembro, a permanência exigida será de 180 dias, prazo que aumenta para 365 dias em 31 de maio de 2005

. Em dezembro de 2005, todo o rebanho bovino e bubalino da zona livre de febre aftosa deverá estar cadastrado no sistema. Segundo Denise, a base de dados já registra mais de 22,8 milhões de animais cadastrados e a demanda vem crescendo significativamente graças ao apoio dos produtores, que têm respondido aos esforços do governo no sentido de aderir ao sistema.

As informações são do Ministério da Agricultura.


Agrol – 23/06/2004
http://www.clicrbs.com.br/agrol/

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Da Redação


A Agrosala, que acontece em Nova Granada esta semana, lança em primeira mão a grande inovação na agricultura. A novidade do evento é um programa de software. Este lançamento inclui até um avião com a potencialidade de captar imagens minúsculas para o rastreamento de irregularidades na plantação e um “palm top”, aparelho tecnológico computadorizado. O controle é rápido e prático, captando informações e jogando-as para o computador base.
Os programas de software Agri-Fit e Pec-Fit são um conjunto que moldam o Sistema Demeter desenvolvido pela Net-Fit.net (especializada no desenvolvimento de software voltados para o controle total de empresas comerciais agropecuárias), em parceria com a AGX Tecnologia, a Embrapa (Instrumentação Agropecuária), a USP e a FCB.
As vantagens deste projeto são preciosas nos aspectos ambiental, social e econômico. Ecologicamente falando a vantagem para o meio-ambiente é que com este programa o uso de agrotóxico é quase insignificante, pois a aeronave faz o rastreamento logo no inicio da praga, antes mesmo dela se alastrar. O agricultor gasta menos com produtos agrotóxicos, mão-de-obra e tempo. “A função deste programa é potencializar ainda mais a agricultura de precisão onde beneficiar e deixar ao máximo o cliente confortável e cada vez mais sem problemas que fazem parte de sua rotina”, finaliza Flávio Junqueira Cimino, um dos criadores do Agri-Fit e Pec-Fit, e sócio da Net-Fit.net

RP News
http://www.rpnews.com.br/

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Da Redação

RIO – A Argentina tornou-se nesta quarta-feira o segundo país a suspender as compras de carne do Brasil por causa da existência de um foco de febre aftosa no município de Monte Alegre, no noroeste do estado do Pará. A Rússia já tinha suspendido as importações de carne brasileira na semana passada.

O Serviço Argentino de Sanidade e Qualidade Agroalimentar anunciou que suspendeu a importação de qualquer tipo de carne (bovina ou suína) brasileira.

A Argentina compra uma quantidade relativamente pequena de carne brasileira (cerca de 20 toneladas por ano).


GloboNews TV
http://jornalismo.globo.com/Jornalismo/Gnews/0,,3281,00.html

Compartilhe esta postagem nas redes sociais