A matriz energética brasileira tem base, principalmente, nas usinas hidrelétricas. No estúdio, Camila Burigo Marin, oceanógrafa e professora da Universidade do Vale do Itajaí (Univali); Elbia Melo, presidente-executiva da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica); e, por telefone, Paulo Eduardo de Grava, assessor da presidência do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), discutem de que modo os governos tem investido em fontes alternativas e como a falta de água que assola regiões como São Paulo, pode afetar a produção de energia no país. Fonte: Canal Futura

Compartilhe esta postagem nas redes sociais