A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), lançou um novo software para ajudar a supervisionar o estado das florestas no mundo. O programa chamado Open Foris foi lançado em Salt Lake City, nos Estados Unidos, e deve ser testado em mais de 10 países na África, na América Latina e na Ásia.

Segundo a FAO, quase 80% dos países em desenvolvimento têm dificuldade de obter informações básicas sobre o estado das matas.

A falta de dados dificulta a formulação de políticas eficientes de combate ao desmatamento e à degradação dessas áreas. O diretor-geral assistente da FAO, Eduardo Rojas-Briales, disse que o programa foi desenhado para ajudar os países a produzirem um inventário da floresta.

Desde a avaliação, o design e a coleta de dados, até análises e relatórios. A FAO espera ainda que o software facilite a troca de dados de uma forma inovadora.

Gráficos

O programa inclui informações sobre redução de emissões de gases que causam o efeito estufa, dados brutos sobre medidas de árvores e imagem de satélite, páginas interativas com estatística, gráficos, mapas e relatórios.

Para Rojas-Briales, o aumento da transparência de dados sobre as matas também deve ajudar legisladores a tomar decisões sobre política ambiental.

Ele lembrou que Equador e Tanzânia já completaram o primeiro inventário nacional com a ajuda desse novo recurso.

Especialistas da Argentina e da Papua Nova Guiné, entre outros, iniciaram o treinamento do programa. Já no Vietnã, guardas florestais estão reunindo informações sobre número, tamanhos e qualidade das árvores assim como os recursos das florestas com a ajuda da população local para incluir no software da FAO.

A agência disse que pretende aperfeiçoar a ferramenta para que os profissionais da área ambiental possam acessar as informações diretamente de seus telefones celulares e tablets, economizando assim formulários em papel.

Fonte: Rádio ONU
Mônica Villela Grayley – Jornalista

Compartilhe esta postagem nas redes sociais