Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), mais de 12% da população mundial está subnutrida em termos de consumo energético. A má nutrição atinge até mesmo aqueles que possuem quantidade suficiente de alimentos, já que não está relacionada ao tamanho da porção que é ingerida, e sim, na variedade da dieta. Pesquisas na área revelam que além de fornecer calorias para a sobrevivência, uma boa alimentação pode prevenir doenças, ajudar no aumento da longevidade e na melhoria da qualidade de vida de uma forma geral. Para conversar sobre o tema, o Conexão Ciência convidou o pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Esdras Sundfeld. Fonte: TV NBR

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Uma pesquisa da Embrapa ajudou a construir na cadeia suinícola do Brasil em busca de maior rentabilidade aos produtores, o suíno light. Desde o lançamento do primeiro suíno light, o MS58, há 18 anos, até a recente apresentação da fêmea suína a aposta é em uma carne diferenciada, com baixo teor de gordura, e com valor agregado para que produtores possam atuar de maneira competitiva no mercado. Fonte: TV NBR

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Para captura da mosca-das-frutas, os produtores utilizam diversos tipos de atrativos, que vão do suco de frutas a produtos comerciais. Mas alguns não têm demonstrado tanta eficácia. Na serra gaúcha, o trabalho da pesquisa com um novo atrativo tem demonstrado bons resultados para identificação das pragas nos pomares. A maior eficiência também permite o uso de uma técnica chamada captura massal. Fonte: TV Terra Sul

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

As empresas de telefonia fixa começaram a fazer campanhas de esclarecimento para moradores rurais que queiram aderir ao serviço. A ação foi determinada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Os pedidos para instalação residencial ou comercial de linhas telefônicas devem ser encaminhados para as concessionárias locais. Mais informações estão disponível no site da Anatel. Fonte: TV NBR

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Os jovens nascidos no campo que desejam permanecer na área rural podem buscar auxílio em diversos programas governamentais. O Pronaf Jovem, modalidade específica para a juventude do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), destina linha de crédito a agricultores entre 16 e 29 anos. Outro exemplo é o programa Nossa Primeira Terra, que disponibiliza crédito para que pessoas entre 18 e 29 anos possam comprar terras e começar a produzir, assim como o conjunto de serviços oferecidos pela Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), que permite que o jovem tenha oportunidades para viver plenamente no campo. Fonte: TV NBR

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Até maio de 2015, o Governo Federal fará a inscrição de 55 milhões de hectares, distribuídos em 7,5 mil assentamentos da reforma agrária e 160 territórios quilombolas, no Cadastro Ambiental Rural (CAR). Segundo o coordenador de Meio Ambiente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Eduardo Sturm, uma parceria foi firmada com a Universidade Federal de Lavras (UFLA) para possibilitar o cumprimento da medida no prazo legal.

Fonte: TV NBR

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Um aplicativo desenvolvido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) permite ao usuário ter acesso ao acervo do Portal de Periódicos, que conta com mais de 400 instituições participantes. Entre os conteúdos disponíveis gratuitamente estão teses, dissertações, livros e arquivos abertos. Pelo aplicativo, o usuário pode realizar buscas rápidas por nome, além de navegar em sites sugeridos. A ferramenta pode ser baixada nos sistemas iOS e Android. Fonte: TV NBR

Compartilhe esta postagem nas redes sociais