Até maio de 2015, o Governo Federal fará a inscrição de 55 milhões de hectares, distribuídos em 7,5 mil assentamentos da reforma agrária e 160 territórios quilombolas, no Cadastro Ambiental Rural (CAR). Segundo o coordenador de Meio Ambiente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Eduardo Sturm, uma parceria foi firmada com a Universidade Federal de Lavras (UFLA) para possibilitar o cumprimento da medida no prazo legal.

Fonte: TV NBR

Compartilhe esta postagem nas redes sociais