Munduruku participam da COP-20 para protestar contra a construção das hidrelétricas no Rio Tapajós e se unir a outros povos indígenas na luta para garantir seus direitos. Fonte: Greenpeace

Compartilhe esta postagem nas redes sociais