O Jornal futura discuti um problema que ocorre durante todo o ano, mas que se intensifica neste período de festas prolongadas: o desperdício de alimentos. Este é só um dos fatores para que 3,4 milhões de brasileiros passem fome segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Desde 2006, a legislação do país prevê o acesso permanente a alimentos de qualidade e em quantidade suficiente, a chamada segurança alimentar. Mas para garantir este direito, é preciso ir além. Na educação, o prêmio “jovem cientista” deste ano busca estimular estudos científicos sobre o tema. A iniciativa é do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Fundação Roberto Marinho e Gerdau. Já entre a iniciativa popular, dois projetos em São Paulo, incentivam o uso de hortas comunitárias e a produção a partir de um preço justo. Reportagem da BDT Produções.

Veja este vídeo na TV AGROSOFT:

FONTE: Canal Futura

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

A aplicação de geotecnologias e de sistemas de geoinformação na pecuária, voltados para a produção sustentável, faz parte dos objetivos de dois projetos da Embrapa Monitoramento por Satélite, o GeoRastro e o GeoDegrade, que abordam a questão da rastreabilidade da produção de carne e a qualidade das pastagens no País.

Veja este vídeo na TV AGROSOFT:

FONTE: Dia de Campo na TV

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

A maior reserva de bambu do mundo está no estado do Acre. Tecnologia e produção vem contribuindo para o setor econômico, desde o artesanato, imobiliário até mesmo a construção civil. E mais pesquisadores desenvolvem projeto de micro propagação de bambus, que é de suma importância para o estudo da planta.

Veja este vídeo na TV AGROSOFT:

Assista abaixo a última parte da reportagem.

Veja este vídeo na TV AGROSOFT:

FONTE: Amazon Sat

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

O Programa Rural Contemporâneo esteve na Chapada Diamantina (BA) e mostra como o cultivo orgânico de produtos da agricultura familiar pode ser uma atividade rentável e promissora. Na comunidade rural Boca da Mata, encontramos o Sr.Evangelista, que produz mandioca orgânica e derivados. Já no Sítio Água Limpa, a família do Sr. Florisvaldo produz café que já é exportado inclusive para a Europa.

Veja este vídeo na TV AGROSOFT:

FONTE: Ministério do Desenvolvimento Agrário

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

O foco une agricultura, meio ambiente e saúde. Desde a década de 50 o processo tradicional de produção agrícola sofreu drásticas mudanças no mundo e também no Brasil com objetivo de estender a produção de commodities agrícolas, como a soja, o milho e o trigo. E para isso, ampliou-se o uso de agrotóxicos. Um dos problemas mais comuns gerados pelo uso excessivo desses produtos é a contaminação do solo, de lençóis freáticos e de rios e lagos. Além dos riscos que provocam à saúde humana, tanto do trabalhador que lida diretamente com a aplicação, quanto a do consumidor que ingere o alimento. A equipe da TV UFOP foi conversar com um agricultor que optou pela produção orgânica, e que dispensa esse tipo de aditivo químico.

Veja este vídeo na TV AGROSOFT:

FONTE: Canal Futura

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Um convênio entre a Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo e uma organização ambiental prevê o plantio de quarenta milhões de mudas de árvores em trechos das principais bacias hidrográficas que abastecem São Paulo. O projeto tenta recuperar as nascentes e, com isso, aumentar a disponibilidade de água em sistemas como o Cantareira e o Alto Tietê, que estão em crise.

Veja este vídeo na TV AGROSOFT:

FONTE: TV Gazeta

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Depois de concluir a universidade, a pessoa tem algumas opções para aperfeiçoar o seu conhecimento ou até mesmo conhecer novos conteúdos. O mestrado profissional, que é diferente do mestrado acadêmico, é uma das alternativas de aliar o contato com a academia sem perder de vista o mercado de trabalho. No Brasil, segundo o Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), há 574 cursos em funcionamento. Mais de 70% deles estão concentrados nas regiões Sul e Sudeste. Reportagem da BDT Produções.

Veja este vídeo na TV AGROSOFT:

FONTE: Canal Futura

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

No dia 5 de janeiro de 2015, durante cerimônia de transmissão de cargo, realizada em Brasília, Kátia Abreu assumiu o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). A entidade é responsável por criar políticas públicas de estímulo à produção rural, além de regras e normas referentes ao agronegócio. O órgão trabalha ainda para garantir a segurança alimentar da população e a produção de excedentes para a exportação. A nova ministra afirmou que pretende desburocratizar a pasta e colocar em prática programas inovadores durante a nova gestão.

Veja este vídeo na TV AGROSOFT:

FONTE: TV NBR

Compartilhe esta postagem nas redes sociais