Durante este ano, todas as regiões do País receberão o curso Manejo da Irrigação: Quando, Quanto e Como Irrigar promovido pela Agência Nacional de Águas (ANA) e pelo Instituto de Pesquisa e Inovação na Agricultura Irrigada (Inovagri). Para começar a série de capacitações, Barreiras (BA) receberá o curso em 27 e 28 de abril na Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba). Entre 29 e 30 de abril, será a vez de Riachão das Neves, também no Oeste Baiano, sediar o encontro no Distrito de Irrigação dos Perímetros de Nupeba e Riacho Grande.

As inscrições podem ser realizadas gratuitamente no local do curso, que é voltado para irrigantes, extensionistas rurais, técnicos e profissionais de instituições do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh) com atuação na área de irrigação ou interesse no tema. Os interessados também podem solicitar inscrição pelo e-mail cursosana@inovagri.org.br. A partir disso, será enviado para os interessados um formulário de inscrição para preenchimento.

No curso Manejo da Irrigação, os participantes aprenderão sobre os diferentes sistemas de irrigação, o manejo das águas residuárias da técnica, a drenagem agrícola e a outorga de direito de uso de recursos hídricos para irrigação. A gestão e a operação de perímetros irrigados também serão discutidas, assim como o momento, a quantidade de água e a forma adequada de irrigar. Segundo o Relatório de Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil – Informe 2014, a irrigação demanda 72% da água consumida no País.

Para que os alunos possam compreender os assuntos apresentados, os instrutores usarão exemplos práticos da localidade onde acontece cada curso. O objetivo é que os participantes possam assimilar os conteúdos e aplicá-los nas suas atividades diárias. No primeiro dia de cada capacitação, haverá uma aula expositiva de oito horas. No segundo dia, os alunos irão a campo para demonstrações práticas dos assuntos abordados dentro de sala para que os conhecimentos sejam consolidados.

Para mais informações, acesse: http://inovagri.org.br/?p=588.

Cidades dos cursos

O curso acontecerá em 26 cidades em datas a serem definidas. A escolha dos locais considerou a pluralidade da agricultura irrigada no Brasil, diferenças regionais, nível de uso da tecnologia, sistemas de irrigação, entre outros aspectos. Os municípios a seguir foram escolhidos para receber a capacitação:

Bahia: Barreiras, Juazeiro e Riachão das Neves

Ceará: Russas

Distrito Federal: Brasília

Espírito Santo: Sooretama

Goiás: Cristalina e Itumbiara

Mato Grosso: Lucas do Rio Verde

Minas Gerais: Araguari, Frutal, Jaíba, Nova Porteirinha, Paracatu, São Gotardo e Varginha

Paraíba: Pombal

Pernambuco: Petrolina

Piauí: Picos

Rio Grande do Norte: Cruzeta

Rio Grande do Sul: Alegrete

São Paulo: Guaíra, Paranapanema, Ribeirão Preto, Vargem Grande do Sul

Tocantins: Formoso do Araguaia.

Estudo sobre pivôs centrais

Em março deste ano, a ANA e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apresentaram os dados do Levantamento da Agricultura Irrigada por Pivôs Centrais no Brasil – Ano 2013, primeiro estudo nacional sobre o tema. Segundo o trabalho, quatro estados concentram quase 80% da área ocupada por pivôs centrais no País: Minas Gerais (31%), Goiás (18%), Bahia (16%) e São Paulo (14%). A técnica foi escolhida por ser a que mais tem crescido no Brasil.

Saiba mais: www2.ana.gov.br/Paginas/imprensa/noticia.aspx?id_noticia=12669.

Acesse os dados neste link.

FONTE: Agência Nacional de Águas
Assessoria de Comunicação da ANA
Raylton Alves – Jornalista

Compartilhe esta postagem nas redes sociais