Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
No último dia útil de 2017, o presidente Michel Temer corrigiu o que foi um dos atos de governo mais criticados neste ano. Endureceu as regras de combate ao trabalho escravo. O texto da nova portaria ampliou os conceitos usados pelos fiscais trabalhistas, e tornou obrigatória a divulgação da lista de quem utiliza mão de obra escrava.

Fonte: Jornalismo SBT

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Uma organização não governamental vem ajudando a preservar uma área verde bastante conhecida em Maringá (PR). É o Bosque das Grevíleas, que com ajuda de voluntários vem ganhando árvores e espécies de plantas diferentes. Entre as novidades estão até frutas, como amoras e carambolas. E o melhor: tudo à disposição da população.

Fonte: RIC Rural

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Se existe muita oferta, o preço tende a cair. E por São Paulo inteira sobram placas oferecendo aluguel de apartamentos e pontos comerciais. Economistas apontam que neste final de ano os inquilinos estão com a faca e o queijo na mão. Isso porque, no balanço de todo o ano de 2017, o Índice Geral de Preços de Mercado, o IGPM, fechou em queda de 0,52%.

Fonte: Jornalismo SBT

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Antes da virada do ano, muita gente prepara uma espécie de listinha de projetos e sonhos para o ano seguinte. E um cavaleiro está terminando 2017 com o sonho realizado de ver filas por pedidos de autógrafos e fotos do primeiro livro publicado. A obra conta em detalhes a aventura do herói sertanejo.

Fonte: SBT MS

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O Mais Milho mostra relação emblemática de Santa Catarina (SC) com a cultura do milho. Potência nas cadeias da suinocultura e avicultura, o estado produz apenas metade da quantidade de grãos que consome. Uma armadilha perigosa para quem depende da ração utilizada na alimentação animal. O milho representa 70% da mistura e sem ele a roda não gira nas propriedades rurais do Estado.

Fonte: Canal Rural

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou um polêmico projeto de lei que prevê que todos os refeitórios, lanchonetes e restaurantes localizados dentro de prédios públicos não sirvam carne no primeiro dia útil da semana. A substituição da proteína animal pela vegetal já faz parte do cardápio de alunos da rede estadual de ensino em 100 municípios.

Fonte: Jornalismo SBT

Compartilhe esta postagem nas redes sociais