Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Recentemente, o relógio do fim do mundo passou a considerar também as ameaças ambientais. Em 2015, um dos anos mais quentes da história, o ponteiro chegou a 23 horas e 57 minutos. E segue nesta faixa, pressionado por riscos que desafiam a imaginação.

Fonte: Jornal da Record

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.