Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou, n0 dia 8 de agosto de 2018, que casos de improbidade administrativa não devem ser prescritos, ou seja, não há um prazo para que autores sejam cobrados por danos causados aos cofres públicos.

Fonte: TV Brasil

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.