DNA antigo liga povo de Luzia à cultura Clóvis

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Dezenas de cientistas extraíram e analisaram o DNA fóssil de esqueletos do povo de Luzia – o crânio humano mais antigo das Américas – e concluíram: sua ancestralidade está diretamente relacionada com a cultura Clóvis, que teve início na América do Norte há 12 mil anos. O povo de Luzia viveu em território brasileiro há cerca de 10 mil anos, na região de Lagoa Santa, Minas Gerais.

Fonte: Canal USP

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Número de mulheres eleitas é recorde nos EUA

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
Os Estados Unidos elegeram, no dia 7 de novembro de 2018, 95 mulheres para a Câmara dos Representantes e pelo menos 13 para o Senado, o que leva a representatividade feminina ao recorde de 22% das cadeiras no Congresso, um aumento de 2% em relação à presença atual, segundo as últimas apurações. As mulheres desempenharam um papel fundamental na vitória dos democratas na Câmara, que no momento é dominada pelos republicanos e, a partir de janeiro, passará a ter maioria progressista. Essa mudança funcionará como um freio às iniciativas do presidente Donald Trump.

Fonte: TV Brasil

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Samsung apresenta tela flexível para seus smartphones

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O gigante do setor de tecnologia sul-coreano Samsung Electronics apresentou no dia 8 de novembro de 2018 um tipo de tela flexível que vai usar em sua nova linha de smartphones na primeira metade de 2019. Esta tecnologia deve ser o principal diferencial da próxima geração de smartphones do maior fabricante mundial do setor, e foi mostrada pela primeira vez na Conferência de Desenvolvedores da Samsung realizada em San Francisco, nos Estados Unidos.

Fonte: EFE Brasil

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Relatório mostra aumento da obesidade na América Latina

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional indica que a obesidade se tornou uma das maiores ameaças nutricionais na América Latina e no Caribe, afetando cerca de um em cada quatro dos adultos. O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, José Graziano da Silva comentou o relatório. A presidente da Assembleia Geral, María Fernanda Espinosa, também explicou a situação atual.

Fonte: ONU News

Compartilhe esta postagem nas redes sociais