Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg
O Japão não é apenas um dos principais parceiros financeiros do Grande Museu Egípcio, desempenha também um papel fundamental na preservação e restauração dos antigos tesouros do Egito que serão aqui guardados. Este é um lugar único, com mais de 50 mil metros quadrados e cerca de 100 mil artefatos. Aqui poderá admirar pela primeira vez, a totalidade do fabuloso tesouro de Tutancâmon descoberto em 1922. Tutancâmon, o faraó que reinou sobre o reino do Egito durante a sua era dourada, há mais de três mil anos.

Fonte: Euronews

Compartilhe esta postagem nas redes sociais