Durante o primeiro dia da 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, a Embrapa Clima Temperado (Pelotas/RS) participou do roteiro técnico realizado em conjunto com as demais instituições parceiras do evento. O objetivo da Unidade de pesquisas em sua apresentação foi mostrar aos visitantes uma parte do portfólio produzido pela equipe de melhoramento genético do arroz irrigado. As novidades destacadas foram a cultivar de Arroz BRS Pampeira, BRS A701 CL e BRS Pampa CL. Além disso, o espaço também apresentou cultivares de soja, como alternativa de rotação de culturas com o arroz, e o sistema da produção que utiliza a tecnologia de camalhões de base larga.

Entre as novidades apresentadas pelos pesquisadores está a cultivar de Arroz BRS Pampa CL desenvolvida pela Embrapa em parceria com a Embrapa Arroz e Feijão (Goiania/GO), utilizando o sistema clearfield, desenvolvido pela empresa BASF.
[more]
Essa nova cultivar, que é lançada nesta quarta-feira, traz como benefício ao produtor a vantagem de ser tolerante ao herbicida Kifix, permite o controle eficaz do arroz-vermelho, uma invasora que atinge o setor orizícola gaúcho. Além disso, essa cultivar apresenta elevada produtividade e excelente qualidade de grãos.

Também foram apresentadas outras duas cultivares lançadas recentemente, a BRS Pampeira e a BRS 701 CL. Juntas, as três cultivares apresentadas mostraram opções de produção mais precoce, média e mais tardias. O objetivo foi mostrar aos produtores como essa cultivares se comportam no campo e apresentar as técnicas corretas de manejo do solo para garantir melhores resultados. Outra recomendação dos palestrantes é sempre comprar sementes de produtores licenciados pelas instituições oficiais.

Como opção para rotação com o arroz foi apresentada a soja BRS 6203 RR, desenvolvida pela Embrapa Soja (Londrina,PR) e Embrapa Trigo (Passo Fundo,RS). O diferencial dessa cultivar é a sua adaptação em regiões frias do Sul do Brasil, e apresenta bom desempenho em áreas úmidas, permitindo o cultivo de soja em rotação com o arroz irrigado na Metade Sul. “A cultivar faz parte do grupo de maturidade 6,2 (cultivar de ciclo médio) e apresenta excelente pacote de sanidade, o que a torna resistente a várias doenças”, explica o pesquisador Giovani Theisen.

Uso de Camalhões de base larga
Para que a soja produza bons resultados é importante fazer um processo de drenagem do solo para evitar o encharcamento. A tecnologia desenvolvida pelos pesquisadores da Embrapa utiliza camalhões de base larga. A diferença destes para os camalhões estreitos, é que possuem entre 6 e 8 metros de largura. Os camalhões largos garantem melhor drenagem do solo e são mais eficientes, pois não precisam ser refeitos a cada safra.

A 29° Abertura Oficial da Colheita do Arroz é uma parceria da Embrapa Clima Temperado em conjunto com a Federação das Associações de Arrozeiros do RS (Federarroz) e ocorre nesta semana, entre 20 e 22 de fevereiro, na Estação Experimental de Terras Baixas (ETB), base física da Embrapa Clima Temperado, localizada no Capão do Leão/RS.

Durante o primeiro dia da 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, a Embrapa Clima Temperado (Pelotas/RS) participou do roteiro técnico realizado em conjunto com as demais instituições parceiras do evento. O objetivo da Unidade de pesquisas em sua apresentação foi mostrar aos visitantes uma parte do portfólio produzido pela equipe de melhoramento genético do arroz irrigado. As novidades destacadas foram a cultivar de Arroz BRS Pampeira, BRS A701 CL e BRS Pampa CL. Além disso, o espaço também apresentou cultivares de soja, como alternativa de rotação de culturas com o arroz, e o sistema da produção que utiliza a tecnologia de camalhões de base larga.

Entre as novidades apresentadas pelos pesquisadores está a cultivar de Arroz BRS Pampa CL desenvolvida pela Embrapa em parceria com a Embrapa Arroz e Feijão (Goiania/GO), utilizando o sistema clearfield, desenvolvido pela empresa BASF. Essa nova cultivar, que é lançada nesta quarta-feira, traz como benefício ao produtor a vantagem de ser tolerante ao herbicida Kifix, permite o controle eficaz do arroz-vermelho, uma invasora que atinge o setor orizícola gaúcho. Além disso, essa cultivar apresenta elevada produtividade e excelente qualidade de grãos.

Também foram apresentadas outras duas cultivares lançadas recentemente, a BRS Pampeira e a BRS 701 CL. Juntas, as três cultivares apresentadas mostraram opções de produção mais precoce, média e mais tardias. O objetivo foi mostrar aos produtores como essa cultivares se comportam no campo e apresentar as técnicas corretas de manejo do solo para garantir melhores resultados. Outra recomendação dos palestrantes é sempre comprar sementes de produtores licenciados pelas instituições oficiais.

Como opção para rotação com o arroz foi apresentada a soja BRS 6203 RR, desenvolvida pela Embrapa Soja (Londrina,PR) e Embrapa Trigo (Passo Fundo,RS). O diferencial dessa cultivar é a sua adaptação em regiões frias do Sul do Brasil, e apresenta bom desempenho em áreas úmidas, permitindo o cultivo de soja em rotação com o arroz irrigado na Metade Sul. “A cultivar faz parte do grupo de maturidade 6,2 (cultivar de ciclo médio) e apresenta excelente pacote de sanidade, o que a torna resistente a várias doenças”, explica o pesquisador Giovani Theisen.

Uso de Camalhões de base larga
Para que a soja produza bons resultados é importante fazer um processo de drenagem do solo para evitar o encharcamento. A tecnologia desenvolvida pelos pesquisadores da Embrapa utiliza camalhões de base larga. A diferença destes para os camalhões estreitos, é que possuem entre 6 e 8 metros de largura. Os camalhões largos garantem melhor drenagem do solo e são mais eficientes, pois não precisam ser refeitos a cada safra.

A 29° Abertura Oficial da Colheita do Arroz é uma parceria da Embrapa Clima Temperado em conjunto com a Federação das Associações de Arrozeiros do RS (Federarroz) e ocorre nesta semana, entre 20 e 22 de fevereiro, na Estação Experimental de Terras Baixas (ETB), base física da Embrapa Clima Temperado, localizada no Capão do Leão/RS.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais