SEGURANÇA DOS ALIMENTOS É TEMA DE DEBATE DA REDE NUTRISSAN

Fonte: Embrapa

A plataforma de ensino, pesquisa e extensão em Soberania, Segurança Alimentar e Nutricional (Plataforma NutriSSAN) realiza discussão sobre “Novas perspectivas e oportunidades em segurança dos alimentos” na próxima quarta (22) às 14h via ambiente virtual da Rede Nacional de Pesquisa (RNP). O objetivo do debate, que terá com palestrante o pesquisador Marcelo Bonnet Alvarenga (Embrapa Clima Temperado), é discutir perspectivas e oportunidades em segurança dos alimentos na visão do Portfólio “Alimentos: Segurança, Nutrição e Saúde”, e envolver na discussão instituições de pesquisa, ensino e extensão participantes da Plataforma NutriSSAN.

Para participar da discussão virtual, acesse este link. Confira as orientações de acesso ao final da matéria.

“Estes ambientes virtuais possibilitam uma discussão interdisciplinar interessante para que possamos identificar novas oportunidades de pesquisa, transferência de tecnologias, construção e avanço do conhecimento, e avaliar como os portfólios estão posicionados frente às tendências.




O Portfólio Corporativo “Alimentos: Segurança, Nutrição e Saúde”, da Embrapa, tem utilizado este ambiente para promover webconferências sobre temas ligados à Plataforma NutriSSAN, diretamente relacionada à Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, interagindo com diversas outras instituições ligadas ao assunto”, comenta Fernando Antonio Hello, pesquisador da Secretaria de Inovação e Negócios e um dos coordenadores do SIG Segurança dos Alimentos.

“A pesquisa agropecuária precisa estar antenada com as demandas sociais e de mercado. Temas como segurança dos alimentos, perdas e desperdício, direito humano à alimentação e nutrição adequadas, obesidade e dietética, entre outros, e a conexão da agricultura com a nutrição estão no foco do debate global, e os países que têm um setor agropecuário forte precisam acompanhar esta evolução para permanecerem competitivos do ponto de vista da sustentabilidade”, salienta Fernando. 

Para o pesquisador Marcelo Bonnet, “o fortalecimento das pesquisas em segurança dos alimentos no país, além de elevar a competitividade do setor agropecuário nacional, contribui decisivamente para a saúde pública nacional e mesmo mundial, visto o Brasil ser um dos maiores exportadores de alimentos. De fato, a segurança de alimentos deveria se tornar política prioritária de Estado, a exemplo do que acontece em países mais maduros”, comenta Marcelo.

A NutriSSAN é uma plataforma tecnológica de comunicação, interação virtual e cooperação em rede e se incorpora às estratégias de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (SSAN) como uma ferramenta de apoio na articulação e integração entre pesquisadores, extensionistas, estudantes e sociedade. A iniciativa é uma parceria entre o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a organização social Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), inicialmente articulada em conjunto com o Ministério de Relações Exteriores. A RNP reúne grande expertise diante de experiências anteriores relacionadas à Rede Universitária de Telessaúde e Telemedicina (Rute).

O objetivo da NutiSSAN é apoiar a articulação em redes favorecendo a formação, a educação permanente e a atuação em pesquisa e extensão de modo colaborativo. O funcionamento da plataforma se dá pela animação e participação ativa de seus membros organizados em unidades e Grupos de Interesse Especial (SIGs). Os SIGs promovem sessões, por meio de videocolaboração, para debates, discussões de caso, aulas, pesquisas e avaliações a distância. 

Agenda de debates da rede NutriSSAN

Até o final do ano, o SIG Segurança dos Alimentos deve promover mais oito palestras e debates sobre temas de interesse do Portfólio Alimentos: Segurança, Nutrição e Saúde. No próximo dia 3 de julho, das 14h às 15h30, o consultor Jose Luis Tejon irá abordar “Indicadores mundiais sobre a sociedade e a alimentação”. A programação para os meses de agosto e setembro está em fase de confirmação. O último debate do ano, previsto para 11 de dezembro, será uma avaliação e projeções para 2020 do SIG Segurnça dos Alimentos, e terá como palestrantes os pesquisadores Alexandre Hoffmann (Embrapa Clima Temperado) e Maria do Socorro Bastos (Embrapa Agroindustria Tropical).

Programação para 22 de maio (quarta)

14h – Abertura (Fernando Antonio Hello, Embrapa/SIN)
14h15 – Novas perspectivas e oportunidades em segurança dos alimentos (Marcelo Bonnet Alvarenga, Embrapa Clima Temperado)
15h – Discussão
15h20 – Encaminhamentos (Alexandre Hoffmann, Embrapa Clima Temperado)
15h30 – Encerramento

Orientações de acesso

A Sala do SIG Segurança de Alimentos pode ser acessada aqui (https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/nutrissansigsegali)

– A participação é por meio de computador com acesso a internet banda larga, acessando o endereço informado, utilizando, preferencialmente, o navegador Google Chrome.

– Na janela “Não tenho uma conta” digite seu nome e município/estado e clique em “entrar”. Aguarde um instante e seja bem-vindo a sala virtual.

– É recomendado a todos os participantes que mantenham os microfones da videoconferência no modo “silencioso” (MUTE) enquanto não estiverem falando, medida que se faz necessária para evitar ruídos e perda de qualidade de áudio durante a conferência.

– Em caso de problemas de conexão ou suporte, consulte o Service Desk da RNP: 0800 722 0216 (Telefone/Whatsapp) ou sd@rnp.br, todos os dias, 24h por dia.

– Mais informações sobre os SIGs e as unidades da NUTRISSAN estão disponíveis no portal: http://nutrissan.rnp.br. 



Clique aqui para ver esta matéria na íntegra em Embrapa.

Hits: 0

Compartilhe esta postagem nas redes sociais