Fonte: BBC Brasil

No mundo, estima-se que 500 milhões de pessoas tenham diabetes. Em 2040, segundo a International Diabetes Federation (IDF), serão 642 milhões.

O Brasil é o quarto país com mais portadores da doença: são cerca de 13 milhões – daqui 21 anos, deverão ser 23,2 milhões de brasileiros diabéticos-, sendo que metade não sabem disso e, dentre quem sabe, mais de 70% não têm os níveis de glicose controlados.

Além da falta de adesão ao tratamento, que exige uma série de mudanças nos hábitos de vida e atenção total com a medicação, uma questão preocupante é que os pacientes, não raramente, optan por soluções caseiras e receitas encontradas na internet como opções de tratamento para combater a enfermidade.

Pela internet, o que muitos recomendam é que é possível controlar a glicemia no sangue por meio do consumo regular de chás, sucos e farinhas de plantas, como a chamada ‘insulina vegetal’ (Cissus sicyoides L.), flor de mamão, jambolão (Syzygium cumini), saião ou folha-da-fortuna (Kalanchoe brasiliensis Camb.), Noni (Morinda citrifoli), pata-de-vaca (Bauhinia variegata) e moringa (Moringa oleifera).

Mas será que isso é verdade?

De acordo com Marlice Marques, nutricionista do Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), a resposta é não.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais