Fonte: Kennedy Alencar

Discordar do presidente da República não faz de ninguém um mau brasileiro. É preciso dizer essa obviedade para comentar o perigoso discurso feito hoje pelo presidente Jair Bolsonaro em Sobradinho, na Bahia.

Bolsonaro disse: “A Amazônia tem um potencial incalculável. Por isso, o mundo está de olho nela. Por isso, alguns maus brasileiros ousam fazer campanha com números mentirosos contra a nossa Amazônia”. Leia reportagem da “Folha de S.Paulo” sobre a fala presidencial.

Um presidente da República não pode discursar, lançando acusação tão grave contra servidores públicos, como se estivesse trocando de camisa.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Kennedy Alencar

O presidente Jair Bolsonaro tem tratado como pessoal a crítica à sua pretensão de indicar o filho Eduardo Bolsonaro para embaixador em Washington. Não é pessoal. A crítica é à qualificação para o posto nos Estados Unidos.

Bolsonaro repetiu hoje a ameaça de nomear o filho para o Itamaraty se o Senado não aprovar o nome do deputado federal para embaixador. Também voltou a dizer que ganhou a eleição e que o país tem de aceitar suas decisões e discursos.

Bolsonaro ganhou a eleição, mas não é dono do Brasil.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais