Fonte: Embrapa

Na próxima semana, entre os dias 2 e 4 de setembro de 2019, o tambaqui será o assunto principal no auditório da Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas/TO). Estarão reunidos produtores e pesquisadores de quatro centros de pesquisa para abordar temas ligados à genética e reprodução da espécie. Atualmente cerca de 30% da produção de alevinos (filhotes) são perdidos por problemas de manejo: há falta de informações sobre o número de famílias e grau de parentesco entre os peixes, o que acaba provocando cruzamentos endogâmicos, ou seja, entre pais e filhos ou entre irmãos.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: DW Brasil

A crise diplomática provocada pelo aumento do desmatamento e das queimadas na Amazônia, potencializada por declarações do governo Jair Bolsonaro, já dá sinais de que o agronegócio brasileiro pode acabar prejudicado.

A VF Corporation, que controla marcas de vestuário, bolsas e calçados como Timberland, Kipling e Vans, suspendeu as importações de couro brasileiro até estar segura de que o material não contribui para a degradação ambiental.

A Mowi, maior produtora mundial de salmão, anunciou que cogita suspender a compra de soja brasileira, usada para alimentar os peixes, se o Brasil não combater o desmatamento ilegal na Amazônia.

Nesta quarta-feira (28/08/19), a ministra da agricultura da Alemanha, Julia Klöckner, se juntou aos governos da França e da Irlanda em ameaças ao acordo de livre- comércio entre a União Europeia e o Mercosul, que ainda precisa ser ratificado pelos países do bloco europeu, se o Brasil violar compromissos de manejo florestal sustentável.

Entidades do agronegócio brasileiro e especialistas no setor ouvidos pela DW Brasil concordam que há uma crise de imagem prejudicial ao país e à reputação de produtores regularizados e comprometidos com o Código Florestal.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais