Fonte: Embrapa

A Atualização sobre a avaliação toxicológica para fins de registro de agrotóxicos será analisada e discutida no Ambiente de webconferência da Rede Nacional de Pesquisa (RNP), em 9 de outubro (quarta-feira), das 14 às 15h30, por Juliano dos Santos Malty, da Gerência Geral de Toxicologia da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).




A iniciativa é uma parceria entre a Embrapa e a Rede Global NutriSSAN (plataforma de ensino, pesquisa e extensão em soberania, segurança alimentar e nutricional) através do Grupo de Interesse Especial – SIG Segurança do Alimento. Juliano possui graduação em Agronomia pela Universidade de Brasília (1999) e mestrado em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (2004). Atualmente é servidor público da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, atuando na Gerência Geral de Toxicologia.

Conforme a pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) Fagoni Calegario, uma das coordenadoras da atividade, ouvir as explicações técnicas da Anvisa nesse momento é muito importante. Essa webconferência busca esclarecer para a sociedade quais são os passos e requisitos técnicos para o registro de um agrotóxico, que acontece com a participação de três Ministérios. A Anvisa – Ministério da Saúde, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Ministério do Meio Ambiente trabalham juntos visando à proteção da saúde, do meio ambiente e para que o produtor tenha acesso a produtos modernos, eficazes e com um custo mais viável.

“Em um cenário em que tanto tem se falado sobre liberação do uso de agrotóxicos, iremos ouvir um colega da agência especializada nesse processo explicando como acontece o registro. É importante que as pessoas saibam quais são essas etapas para compreenderem os tipos de produtos que estão sendo autorizados para uso na agricultura brasileira. É fundamental entender como ocorre o processo que resulta na autorização ou não de um agrotóxico para uso no campo”, diz Fagoni.

A NutriSSAN é uma plataforma tecnológica de comunicação, interação virtual e cooperação em rede e se incorpora às estratégias de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (SSAN) como uma ferramenta de apoio na articulação e integração entre pesquisadores, extensionistas, estudantes e sociedade. A iniciativa é uma parceria entre o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a organização social Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), inicialmente articulada em conjunto com o Ministério das Relações Exteriores. A RNP reúne grande expertise diante de experiências anteriores relacionadas à Rede Universitária de Telessaúde e Telemedicina (Rute).

O objetivo da Plataforma NutriSSAN é apoiar a articulação em redes favorecendo a formação, a educação permanente e a atuação em pesquisa e extensão de modo colaborativo. O funcionamento da plataforma se dá pela animação e participação ativa de seus membros organizados em unidades e Grupos de Interesse Especial (SIGs). Os SIGs promovem sessões, por meio de videocolaboração, para debates, discussões de caso, aulas, pesquisas e avaliações à distância. A Embrapa tem sido uma das instituições parceiras da Plataforma NutriSSAN, por meio da Secretaria de Inovação e Negócios, que atua como articuladora de oportunidades de aproximação entre a Embrapa e as equipes que atuam diretamente na Plataforma. O SIG Segurança do Alimento é coordenado pelo Comitê Gestor do Portfólio Corporativo Alimentos: Segurança, Nutrição e Saúde, espaço institucional da Embrapa para contribuir com a articulação em pesquisa, desenvolvimento e inovação nesse tema tem utilizado este ambiente para promover webconferências sobre temas ligados à segurança do alimento.

Programa
14h        Abertura – Fagoni Fayer Calegario, Embrapa Meio Ambiente
14h10        Portfólio Corporativo Alimentos: Segurança, Nutrição e Saúde – Alexandre Hoffmann, Embrapa Clima Temperado
14h20        Atualização sobre a avaliação toxicológica para fins de registro de agrotóxicos – Juliano dos Santos Malty, Anvisa
15h10        Discussão
15h30        Encerramento

Para se conectar à webconferência, é necessário computador com acesso à banda larga, navegador Google Chrome ou Mozila Firefox e seguir os seguintes passos:
Acesse o endereço: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/nutrissansigsegali
Na janela “Não tenho uma conta”, digite seu Nome (Cidade-UF) e clique em “Entrar”
Aguarde um instante e seja bem-vindo a sala virtual!
Durante a reunião serão apresentadas instruções para o registro da presença e obtenção de certificado.
Se houver problemas de conexão ou necessidade de suporte em webconferência, contate o Service Desk RNP no 0800-722-0216 (Telefone/WhatsApp) ou sd@rnp.br. Todos os dias, 24h por dia.

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.

Clique aqui para divulgar notícias e artigos no Agrosoft



Compartilhe esta postagem nas redes sociais