Fonte: Embrapa

Registro do mesmo curso realizado em 2018 – Foto: Rodrigo Azevedo

De 4 a 8 de novembro, a Embrapa Mandioca e Fruticultura – Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, recebe em Cruz das Almas (BA), um grupo de 26 jovens de Gana, Nigéria e Malawi, países africanos de língua inglesa e francesa.

Coordenado pelo Núcleo de Relações Internacionais da Unidade, o Treinamento sobre Cultivo e Processamento de Mandioca é realizado no âmbito do programa Youth Technical Training Program (YTTP) do Instituto Brasil África, que promove o intercâmbio de jovens africanos para o Brasil para capacitação em áreas como agricultura e tecnologia.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Novembro/2019 – 1ª semana – Todas as Regiões

O Prosa Rural desta semana fala sobre a instalação de hortas em quintais urbanos. Ao acompanhar o pesquisador Rafael Porto, da Embrapa Roraima, o ouvinte vai saber que, tanto nas cidades quanto naquele perímetro em que o meio urbano e o rural se confundem, é possível instalar hortas em quintais, em espaços públicos, e até mesmo em sacadas de apartamentos. O programa mostra que essa iniciativa, que pode ser individual ou coletiva, diminui os custos de alimentação das famílias e é importante para a segurança alimentar.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

Entre as bactérias da espécie Escherichia coli, moradoras habituais do trato digestivo humano, existe um grupo capaz de produzir uma toxina chamada Shiga que tem intrigado os microbiologistas.

Em países como Austrália, Estados Unidos, Japão e Argentina, o consumo de carne bovina infectada por cepas dessa bactéria, conhecida como STEC (sigla em inglês para E. coli produtora de toxina Shiga), tem sido associado ao desenvolvimento de uma doença grave denominada síndrome hemolítico-urêmica (SHU), que causa insuficiência dos rins e acomete, principalmente, crianças com menos de cinco anos.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais