Clique na imagem para ver o vídeo de EFE.




O zumbido de dezenas de milhares de mosquitos pode ser ouvido nos campos de arroz de Cheju, uma área rural nos arredores da capital de Zanzibar, região que é cenário de um novo projeto piloto contra a malária: pulverizar os campos com drones para impedir a transformação de milhares de larvas em mosquitos transmissores da doença. Sob o olhar curioso de um punhado de agricultores locais, um drone gigante da empresa chinesa DJI sobrevoa os campos de arroz como parte de um treinamento: no momento apenas fumiga a água, mas a partir de 2 de novembro e durante um mês inteiro ele deixará cair um líquido viscoso capaz de sufocar larvas minúsculas.

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.

Clique aqui para divulgar notícias e artigos no Agrosoft



Compartilhe esta postagem nas redes sociais