Fonte: Embrapa

Cobertura de solo pode ajudar a amenizar os efeitos da estiagem. Foto: Paulo Kurtz
Redução na quantidade de chuvas e temperaturas extremas resultaram em estiagem no Rio Grande do Sul indicando perdas na safra de verão 2019/2020. Muitos produtores estão investindo em estratégias de manejo de solo que podem amenizar os impactos do déficit hídrico nos cultivos de grãos de verão.

Segundo levantamento inicial realizado na primeira semana de janeiro pela Rede Técnica Cooperativa (RTC), com base em informações coletadas junto a 22 cooperativas associadas a rede, as perdas no milho estão estimadas em 33% e na soja em 13%.

A falta de chuvas afetou mais o milho em função do estágio das lavouras que atravessavam o desenvolvimento vegetativo e a floração.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

O pesquisador Sérgio Tôsto da Embrapa Territorial (Campinas, SP), líder do Projeto ASEAM, reuniu em Macapá com a equipe da Embrapa Amapá, e o diretor da Escola Família Agrícola do Pacuí. Foto: Ricardo S Costa

A Embrapa, a Escola Família Agrícola do Pacuí e o Instituto Estadual de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap) realizarão neste ano de 2020 uma capacitação sobre Serviços Ambientas dirigida a estudantes do curso Técnico em Agropecuária e a um grupo de extensionistas rurais do Amapá.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: www12.senado.leg.br

Cangucu_1.jpg

Está pronto para ser votado no Plenário do Senado o Projeto de Lei (PL) 5.018/2019 que reconhece o município de Canguçu, no Rio Grande do Sul, como a Capital Nacional da Agricultura Familiar. Caso seja aprovada, a matéria seguirá para sanção presidencial.

O deputado Afonso Hamm (PP-RS), autor da proposta, destacou que Canguçu é considerado o município brasileiro com o maior número de minifúndios, propriedades rurais de pequena extensão e destinadas, entre outras atividades, à agricultura, apicultura e criação de aves e mamíferos.

“É nessa terra de solo fértil, de gente dedicada ao campo, reconhecida como Capital Nacional da Agricultura Familiar, que se distingue uma economia próspera baseada na agricultura familiar”, enfatizou o deputado.

O relator na Comissão de Educação (CE), senador Lasier Martins (Podemos-RS), apresentou parecer favorável ao projeto e destacou que 63,4% da população de Canguçu vivem na zona rural, e são responsáveis por uma produção diversificada de produtos hortifrutigranjeiros, como frutas, hortaliças, feijão, soja, milho e batata, além de possuir rebanhos bovinos e ovinos e se destacar na produção de tabaco.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais