Fonte: BBC News Brasil




Em meio ao surto do coronavírus, lavar as mãos com frequência tem sido a recomendação mais repetida por médicos como forma de evitar o contágio. Neste vídeo, Malu Cursino conta a história trágica de Ignaz Semmelweis, médico e cientista húngaro que foi um dos primeiros a fazer a ligação entre a falta de higiene e a mortalidade em hospitais. Sua solução? Lavar as mãos! Apesar da importância de sua descoberta, ele acabou morrendo sem qualquer reconhecimento, num manicômio.

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.



Compartilhe esta postagem nas redes sociais