Fonte: WWF Brasil




Ainda muito forte no interior da Amazônia, a oralidade é um ponto de conexão importante com as populações e comunidades tradicionais que vivem na região. Por isso e para atender aos pedidos de organizações e população locais, a série “Moradores da Floresta” agora oferece a versão narrada de seus episódios.
No episódio de estreia, um grupo de Dinomys branickii, animal conhecido como pacarana ou paca-de-rabo, foi registrado em vídeo pela primeira vez na Resex (Reserva Extrativista) Chico Mendes, em Xapuri (AC).
Esse é o principal resultado do monitoramento inédito conduzido pelo WWF-Brasil junto a vários parceiros na região desde o final de 2017.
A pacarana é uma espécie com escassas informações científicas disponíveis. Existem poucos registros dela na natureza e, segundo a lista da IUCN que mede o grau de risco de extinção de diversos animais, ela é classificada como “vulnerável”. A caça e a destruição de floresta são as maiores ameaças a este animal. No Brasil, a pacarana já havia sido registrada antes no Acre, mas ela ocorre com mais frequência em outros países como Bolívia, Peru e Colômbia.
A pacarana é, atualmente, o único representante vivo da família de roedores conhecida por Dinomyidae. Esse grupo possuía grande diversidade de espécies e deu origem a alguns dos maiores roedores que já viveram na América do Sul. O parente mais famoso da pacarana é o animal pré-histórico Josephoartigasia monesi -que é considerado o maior roedor já registrado pela ciência e que chegava a pesar mais de uma tonelada.
Saiba mais: http://bit.ly/pacarana
“Moradores da Floresta” traz informações sobre algumas das espécies mais marcantes e raras da floresta amazônica, a partir de imagens capturadas por armadilhas fotográficas instaladas na Reserva Extrativista Chico Mendes (AC).
A série de episódios narrados tem a voz da jornalista Mara Régia. Um dos maiores nomes do radiojornalismo ambiental brasileiro, Mara tem quase 40 anos de carreira -boa parte deles dedicados às questões ligadas ao meio ambiente, sustentabilidade e gênero. Por meio da Rádio Nacional, alcançou fama imensa no interior da Amazônia, onde é considerada uma amiga de diversas lideranças comunitárias.
A parceria do WWF-Brasil com Mara é de longa data. Nos anos 90, a instituição apoiou técnica e financeiramente o “Natureza Viva”, programa que hoje tem mais de 25 anos de transmissão ininterrupta. Em 2016, a jornalista capitaneou a série de podcasts SomosAmazônia, em que mostramos como é a vida de extrativistas, empreendedores e sindicalistas que vivem junto a maior floresta tropical do planeta.
Veja outros episódios narrados da série: http://bit.ly/EpNarradosMoradoresAM

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.



Compartilhe esta postagem nas redes sociais