Fonte: Faemg

Com a colheita do café a todo vapor na região do Alto Paranaíba, produtores e trabalhadores rurais fizeram o curso de Preparo do Café Pós-Colheita Via Seca, do Sistema FAEMG/SENAR/INAES, em Monte Carmelo e Patrocínio.

“O manejo correto do café durante a secagem é primordial para obter uma bebida de qualidade. Caso contrário, perde-se o café ainda no terreiro”, explicou o instrutor Vanderlei Rodrigues.

Ugo Siqueira Monteiro é produtor de café há 13 anos.




Atualmente, a produtividade média é de 50 sacas por hectare plantado. Tudo é comercializado no exterior.

“Uma das etapas mais importantes do café é a secagem no terreiro e, durante o curso, descobri que estava fazendo muita coisa errada. Com consumidores cada vez mais exigentes, quem não se preocupa com qualidade perde mercado”, afirmou.

“Estamos atentos aos principais movimentos do mercado de trabalho rural e das cadeias produtivas mais importantes do agronegócio. Temos concentrado esforços na cafeicultura neste momento, ofertando um volume bastante expressivo de cursos nas regiões do Alto Paranaíba e Noroeste de Minas”, ressaltou o gerente regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Patos de Minas, Sérgio de Carvalho Coelho.

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.

Clique aqui para divulgar notícias e artigos no Agrosoft



Compartilhe esta postagem nas redes sociais