Fonte: jornal.usp.br

Fragmentos desflorestados podem se regenerar, mas nova vegetação pode não possuir o necessário para a sobrevivência das espécies

O programa Ambiente É o Meio desta semana continua a conversa com a bióloga e pesquisadora Rita Mesquita, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), sobre a redução de biodiversidade em paisagens fragmentadas pelo desmatamento da floresta amazônica.  

A fragmentação acontece quando uma área da floresta é desmatada para diversificação do uso do solo, restando apenas alguns fragmentos da vegetação original.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Faemg

O Coffee of the Year Brasil 2020 premia cafés arábica e canéfora de todo o país e, este ano, amplia duas novas categorias pioneiras para grãos fermentados de forma induzida pelos produtores. Os campeões serão revelados na SIC Digital

Estão abertas as inscrições para o Coffee of The Year Brasil 2020 (COY), concurso que tem como objetivo reunir os melhores cafés do Brasil e eleger os grandes destaques do ano, com incentivo ao desenvolvimento e ao aprimoramento da produção nacional e à divulgação de novas origens do café.

O COY 2020 faz parte da programação da Semana Internacional do Café (SIC) e a premiação é realizada no último dia do evento, que, para este ano, traz algumas novidades.

A primeira das novidades são duas novas categorias, que receberão Menção Honrosa, para cafés que passaram por Fermentação Induzida Arábica e Fermentação Induzida Canéfora.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Câmara Federal

Em debate virtual, ambientalistas destacaram importância de reforma tributária avançar na pauta sustentável

Integrantes da Frente Parlamentar Ambientalista e convidados da reunião virtual promovida pelo grupo nesta quarta-feira (26/08/20) defenderam o fim, no âmbito da reforma tributária, dos incentivos fiscais relacionados à produção e à venda de agrotóxicos. Segundo a advogada da organização Terra de Direitos, Naiara Bittencourt, essas reduções de impostos e isenções totalizaram R$ 9,8 bilhões em 2017.

Para o deputado Nilto Tatto (PT-SP), a reforma tributária tem de avançar na pauta sustentável. “Temos de fazer valer políticas públicas que interessem para a maioria da população.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais