Fonte: Embrapa

Foto: Divulgação

Na tarde desta quinta-feira (3), a Embrapa irá apresentar aos membros da Câmara Setorial do Leite e Derivados, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) a proposta de realização do Ideas for Milk 2020. O evento, que entra na sua quinta edição, terá pela primeira vez participantes de Instituições internacionais.




Segundo o chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins, o hackathon (chamado de “Vacathon”, num trocadilho de “vaca” com “hackathon”), um dos eventos que integra o Ideas for Milk será intercontinental. Além de 27 universidades brasileiras, participarão equipes de Portugal (Universidade de Évora), Angola (Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências – ISPTEC) e Argentina (Bolsa de Commodities de Rosário).

O Vacathon é uma imersão de estudantes voltados para a tecnologia e o agronegócio. As universidades e instituições participantes montam equipes, que orientadas por mentores, propõe soluções para os problemas da cadeia produtiva do leite. O evento ocorria de forma presencial nas edições anteriores, mas neste ano será totalmente virtual, devido à pandemia de Covid-19. “O Vacathon é um exercício prático de inovação aberta, onde as equipes interagem com empresas, e profissionais do setor”, explica Martins. O Vacathon será realizado dos dias 22 a 31 de outubro, com transmissão ao vivo pelo canal da Embrapa no Youtube, Facebook e Repileite (rede social da Embrapa Gado de Leite na internet).

Três outros eventos integram o Ideas for Milk: Caravana 4.0, o Desafio de Startups e o Premio Ideas for Milk de Inovação. A Caravana 4.0 é voltada para universidades, com objetivo é difundir informações relativas ao setor lácteo, da produção ao varejo. Em outros anos, a Caravana ocorria de forma presencial. “Para substituir os encontros presenciais, realizaremos Ideas for Milk Lives, com as universidades e instituições envolvidas. Qualquer pessoa pode participar, mas as informações se destinam basicamente aos estudantes e professores dos cursos de Agronomia, Veterinária, Zootecnia, Administração, Economia, Ciência da Computação e todas as Engenharias”, informa Martins. As lives ocorrerão sempre as terças-feiras, às 17h, no canal da Embrapa no Youtube, com início no dia oito de setembro, encerrando-se no dia 20 de outubro.

O Desafio de Startups reúne soluções criadas por jovens empreendedores para os desafios do setor lácteo. A final do desafio será no dia quatro de dezembro e também será virtual. “Nos últimos dois anos, as finais do Desafio ocorreram em São Paulo, no Cubo, a maior casa de eventos de inovação da América do Sul, mas, devido à pandemia, o evento presencial ficou impraticável; mas já podemos afirmar que toda a final também será transmitida pelo Youtube, Facebook e Repileite”, informa Martins.

Por fim, o Premio Ideas for Milk de Inovação é concedido a empresas que apresentam inovações em produtos e processos que impactem o consumidor, sob a ótica do foodtech. As vencedoras de 2020 foram as empresas Betânia, Cotrijal, Danone, Nestlé, Tirolêz e Verde Campo. A premiação também será entregue no dia quatro de dezembro.

Anuário do Leite – Durante a reunião da Câmara do Leite e Derivados, a Embrapa também fará o lançamento do Anuário do Leite – 2020. Essa é a terceira edição da publicação que, segundo Martins, tem cumprido um papel ao apresentar as principais estatísticas do setor, além de ser uma agenda temática sobre as questões debatidas no agronegócio do leite. Nesta edição, o Anuário aborda temas como biosseguridade em tempos de pandemia e no pós-covid; ações da pesquisa voltadas para a vaca do futuro; lácteos mais valorizados e com inovações constantes, além de trazer os números do mercado, preço, produção e consumo do leite.

Rubens Neiva (MTb 5445)
Embrapa Gado de Leite

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.

Clique aqui para divulgar notícias e artigos no Agrosoft



Compartilhe esta postagem nas redes sociais