Fonte: TV Cultura




O estudo é o primeiro a mostrar que o vírus causador da Covid-19, o Sars-Cov-2, induz os linfócitos B, chamados de células de memória. Como as células de memória podem sobreviver por décadas, elas poderiam proteger quem já teve Covid-19 de outras infecções por um longo tempo.

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.



Compartilhe esta postagem nas redes sociais