Fonte: SBT




Uma pesquisa da Fundação Getulio Vargas e do Sebrae concluiu que as mulheres empreendedoras mostraram maior agilidade e competência comparadas aos homens para manter os negócios durante a pandemia. Elas também usaram mais tecnologia e tiveram inovação mais forte por causa da pandemia.

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.



Compartilhe esta postagem nas redes sociais