Fonte: Embrapa

Foto: Rafael Leitão – O trabalho indica também como otimizar a conservação das espécies de água-doce na região
  • Ações de conservação geralmente são focadas em espécies terrestres, protegendo somente cerca de 20% da biodiversidade aquática.
  • Trabalho internacional foi publicado na revista Science.
  • Foram avaliadas 1.500 espécies terrestres e de água-doce em 99 igarapés e 377 pontos da Amazônia brasileira.
  • Projetos de conservação integrados poderiam aumentar a proteção das espécies aquáticas em até 600%.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Rodrigo Alva – A publicação traz previsões traçadas por cientistas para o setor brasileiro de produção de carne bovina para os próximos 20 anos
  • Dez megatendências antecipadas por cientistas deverão impactar a cadeia da carne nas próximas duas décadas.

  • Tecnologias digitais, biotecnologia, rastreamento e apagão de mão de obra estão entre elas.

  • O rebanho nacional deve aumentar e as áreas de pastagem, não.

  • Baseando-se nessas tendências, cientistas sugerem agendas estratégicas para a pesquisa no setor.

  • Resultados do estudo feito pelo Centro de Inteligência da Carne (Cicarne) da Embrapa foram consolidados em uma publicação.

    Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Divulgação Embrapa – A nova versão do aplicativo, mais amigável e autoexplicativa, permite restaurar as informações usando um backup
  • Aplicativo que facilitou a gestão de granjas de suínos e frangos de corte ganha versão atualizada.

  • Entre as novidades estão relatórios dinâmicos baseados nos dados recém-armazenados.

  • Portal Custo Fácil consolida estatística alimentada por 1.286 usuários e 139 granjas.

  • Usuários também têm acesso à base de dados formada por meio da tecnologia.

Disponível a partir de agosto, a versão 3.0 do Custo Fácil traz novidades para os produtores de frangos de corte e de suínos que têm o aplicativo instalado em seus celulares e tablets.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Ana Maria Costa – Experimento demonstrou que o maracujá-alho não apresenta toxicidade e expressou efeito funcional promissor
  • Pesquisa comprova eficiência do maracujá-alho no controle de tremores causados pela doença de Parkinson.

  • Testes realizados com ratos em laboratório mostram bons resultados contra essa e outras enfermidades que afetam o sistema nervoso central.

  • Resultados abrem caminho para a produção de alimentos funcionais e fitoterápicos.

  • Ainda são necessárias análises clínicas para definir a dose segura e eficaz para humanos.

  • Estudo contribui para agregar valor a espécies silvestres de maracujá no Brasil.

Estudo desenvolvido pela Embrapa, Universidade de Fortaleza (Unifor) e Universidade Federal do Ceará (UFC) comprovou efeitos do maracujá-alho (Passiflora tenuifila Kilip) para reduzir tremores similares aos do mal de Parkinson e de outros distúrbios relacionados à coordenação motora e ao sistema nervoso central.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: –

A pecuária bovina no Cerrado evoluiu para o uso predominante de pastagens cultivadas e hoje o produtor tem acesso a um maior leque de espécies forrageiras adaptadas aos diversos ambientes e recomendadas para diferentes sistemas de produção.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Arquivo pessoal –

Após seguir todos os trâmites relacionados ao processo – seleção no edital, apresentação do plano de trabalho, memorial submetido ao Comitê de Avaliação e Seleção (CAS) e entrevista com a diretoria-executiva da Embrapa -, o pesquisador Warley Marcos Nascimento foi confirmado na última quarta-feira, 07/10/20, como chefe-geral da Embrapa Hortaliças (Brasília-DF).

A confirmação do pesquisador como chefe-geral aconteceu após um longo período na interinidade – de fevereiro de 2017 até outubro de 2020, após ter ocupado a chefia adjunta de Transferência de Tecnologia (TT) no período de agosto de 2008 a fevereiro de 2017.

“A experiência adquirida nesses anos e a vivência no dia a dia na UD, com os diferentes processos de interação com as áreas de Pesquisa & Desenvolvimento e a Administrativa, principalmente, contribuíram para que eu adquirisse uma visão mais abrangente quando passei a atuar como gestor”, considera Nascimento, que credita a essas experiências o trabalho que foi desenvolvido no período em que atuou como chefe-geral interino, e que “deve ter exercido uma certa influência para a sua efetivação no cargo”.

“Acredito que foi um reconhecimento por toda a minha trajetória profissional, não só como pesquisador durante esses 35 anos, mas também como chefe-geral durante os últimos anos, uma espécie de validação que se estende tanto no âmbito interno pelos colaboradores, como por parte da cadeia produtiva de hortaliças e, claro, da Diretoria Executiva da Embrapa junto com o Comitê de Avaliação e Seleção”, avalia o pesquisador, para quem o caminho foi longo, mas ainda há pontes a atravessar.

Sua trajetória na Embrapa Hortaliças vem de longe, a partir de 1984, quando, recém-formado, atuou como bolsista de Aperfeiçoamento Profissional, desenvolvendo atividades na área de sementes e melhoramento genético, antes de ser contratado como pesquisador, em maio de 1985.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Luciana Ganeco – O primeiro Banco Ativo de Germoplasma (BAG) de peixes nativos do Brasil é formado por centenas de peixes vivos, além de um banco genético conservado em nitrogênio líquido e ultrafreezers a 80 graus negativos
  • Um banco de germoplasma abriga coleções de materiais capazes de gerar seres vivos.

  • Complexo é formado por 32 tanques escavados, mais instalações para conservação de germoplasma.

  • BAG reunirá principalmente material genético de espécies amazônicas.

  • Coleção é estratégica para a desenvolver a piscicultura, apoiar a pesquisa e conservar a biodiversidade de peixes.

  • Entre os impactos futuros, está a identificação das espécies usadas como matrizes pelos produtores de alevinos.

Embrapa Pesca e Aquicultura acaba de colocar em funcionamento, em Palmas (TO), o primeiro Banco Ativo de Germoplasma (BAG) de peixes nativos do Brasil, direcionado especificamente para dar suporte à aquicultura.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Felipe dos Santos Rosa – O estudo publicado pela Genetics and Molecular Biology fornece uma base estatística sólida para calcular o poder de testes diagnósticos
  • Estudo inédito comprovou que são necessários, no mínimo, sete marcadores-diagnóstico para diferenciar alevinos híbridos de peixes nativos.

  • Distinguir a pureza dos animais é fundamental para a gestão do desempenho da qualidade da prole.

  • Trabalho envolveu simulações computacionais e aprimora estudos anteriores, eficazes somente na identificação das primeiras gerações.

  • Conhecimentos vão auxiliar piscicultores na formação de planteis de alto valor para o mercado.

  • Iniciativa já foi incorporada ao Tambaplus, serviço de análise genômica de matrizes de tambaqui voltado ao setor produtivo.

Estudo inédito da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (DF) comprovou que são necessários, no mínimo, sete marcadores moleculares para diferenciar animais híbridos avançados (resultantes de cruzamentos com outros híbridos ou desses com espécies puras) de peixes nativos.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: iStock – A pecuária pode compensar suas emissões ao integrar a produção com o plantio de árvores e manejo adequado das pastagens
  • Certificação identifica carne produzida em sistemas que neutralizam emissões de gases de efeito estufa.

  • CCN atribui diferencial competitivo ao produtor e abre portas para mercados internacionais exigentes.

  • Além da preocupação ambiental, protocolo abrange bem-estar animal, boas práticas e conformidades legais.

  • Selo CCN também confere rastreabilidade e atesta responsabilidade social do produtor

Pesquisadores da Embrapa desenvolveram um protocolo a ser seguido por fazendas interessadas em produzir carne mitigando os impactos causados pelas emissões de gases causadores de efeito estufa, os GEEs.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Wilton Júnior/Arquivo Safra ES – Condição inicial dos mamões papaya para exportação
  • Pesquisadores da Embrapa e da Unicamp desenvolveram um método para extração de metabólicos voláteis de mamão papaia.

  • Tecnologia permite detectar precocemente fungos causadores de podridão na fruta, antes de apresentarem sintomas.

  • Os fungos quiescentes causam perdas significativas na pós-colheita.

    Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Luiz Gonzaga Pinto de Queiroz – Em ensaio experimental com 64 fêmeas da raça Santa Inês, houve redução em até 57% da emissão de metano
  • Dietas com menor proporção de alimento volumoso e maior produção de ingredientes concentrados em nutrientes solúveis podem mitigar a emissão de gases de efeito estufa.

  • A redução do metano emitido foi de até 57% em ensaio experimental com fêmeas da raça Santa Inês, em período de crescimento.

    Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Jovenil Silva – Tecnologias digitais aumentam a eficácia do manejo integrado de pragas, como o percevejo da soja
  • Tecnologias digitais associadas ao manejo integrado de pragas reduziu a aplicação de inseticidas gerando economia e menor impacto ambiental.

  • Ferramentas de georreferenciamento mostram mapas de distribuição espacial desses insetos na lavoura, orientando as pulverizações e racionalizando o controle.

  • A solução melhorou também a qualidade dos grãos de soja, por ficarem menos sujeitos ao ataque de percevejos.

  • Previsão é que novos sensores serão capazes de monitorar pragas e aumentar velocidade de diagnóstico e manejo adequado na lavoura.

Um experimento conjunto entre a Embrapa e a Cooperativa Cocamar, conduzido no norte do Paraná, comprovou que as tecnologias digitais aumentam a eficácia do manejo integrado de pragas.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Kátia Pichelli – Ao passar pelo processo de tostagem para elaboração de chá, a erva-mate perde uma parte de seus compostos químicos e bioativos
  • Pesquisa mostrou que a tosta, etapa da produção do chá-mate, reduz em 32% a cafeína do produto.

  • O processo também reduz a capacidade antioxidante da erva-mate ao afetar compostos relacionados.

  • Trabalho vai subsidiar o melhoramento genético da planta e pesquisas de processos alternativos que preservem compostos bioativos.

  • Resultados permitem a elaboração de produtos direcionados a mercados específicos como, por exemplo, diferentes teores de cafeína.

Uma tese de doutorado defendida pela aluna Manoela Mendes Duarte, da Universidade Federal do Paraná (UFPR – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal), com orientação da Embrapa Florestas (PR), mostra que, ao passar pelo processo de tostagem para elaboração de chá, a erva-mate perde uma parte de seus compostos químicos e bioativos.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Afrânio Montenegro – O estudo avaliou a melhor condição de superadensamento, com fertirrigação, para produzir caju de mesa
  • Experimento da Embrapa e parceiros com superadensamento de caju-anão mostrou produtividade três vezes maior do que a média registrada em 2019 no Ceará.

  • Resultado, que animou cientistas e produtores, pode fortalecer a cajucultura na Região Nordeste.

  • Menos dependente de água em relação a outras frutas, como banana e goiaba, caju de mesa é opção para cultivo irrigado no Nordeste.

  • Objetivo dos pesquisadores é quintuplicar a produtividade nos próximos três anos.

Um experimento com cultivo superadensado de cajueiro-anão chegou a obter, em dois anos de implantação, o triplo da produtividade média alcançada pela variedade no estado do Ceará em 2019.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais