Fonte: Embrapa

Foto: Paulo Lanzetta – Os pesquisadores buscam novas estratégias para maximizar a FBN no feijão, um dos alimentos básicos da população brasileira
  • Proteínas encontradas no feijoeiro podem ser usadas como indicadoras de ocorrência de fixação biológica de nitrogênio no feijão.

  • A descoberta permitirá criar metodologia rápida, fácil e barata para detecção de FBN em programas de melhoramento de feijão.

  • Conhecimento poderá impulsionar uso no feijão da FBN, técnica capaz de aumentar a produtividade e reduzir custos com adubação nitrogenada.

  • Considerando que a leguminosa é cultivada majoritariamente por agricultores familiares e é popular entre os brasileiros, reduzir gastos é fundamental para a segurança alimentar.

  • O resultado gera benefícios para o meio ambiente e reforça o compromisso do Brasil com o Plano Agricultura de Baixo Carbono (Plano ABC).

  • As proteínas  foram analisadas por técnicas avançadas de proteômica e algumas delas podem estar relacionadas a respostas do feijoeiro à infecção por microrganismos.  

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: iStock – Com a agricultura 4.0 no centro das atenções, produtos que empregam TICs estão cada vez mais presentes nos projetos e entregas da Embrapa
  • Metodologia é importante para avaliar tecnologias da agricultura 4.0.

  • Ferramenta mensura impactos de inovações baseadas em tecnologias da informação e comunicação (TICs).

  • Avalia de forma abrangente impactos ambientais, econômicos e sociais de cada solução tecnológica.

  • Seu uso ajudará a direcionar e pautar a pesquisa, subsidiar políticas públicas e orientar investimentos do setor produtivo.

  • Cada vez mais presentes no agro, as TICs devem mudar a cara do setor.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Lilian Alves – Por meio das APIs, os aplicativos se comunicam de forma automática e podem ser usados em diversas áreas, ajudando na tomada de decisão no campo
  • Interface de programação de aplicativos é voltada a startups, desenvolvedores de aplicativos, instituições públicas e empresas de TI.

  • Aplicações estarão abertas para testes durante 90 dias, com limite máximo de três mil solicitações.

  • Sistema pode ser utilizado para uso comercial, mediante contrato.

  • Intuito é apoiar os setores produtivo e público no desenvolvimento de soluções para a agropecuária digital, conhecida como agro 4.0.

  • Futuras ferramentas podem envolver sistemas de controle e manejo agropecuário, administração e previsão da produção agrícola, previsão climática, gerenciamento de risco de crédito e seguro rural e previsão e controle de pragas, por exemplo.

  • Empresas já estão usando plataforma para desenvolver modelos preditivos para crédito rural, identificar novos clientes e inspirar a criação de novas soluções.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais