Fonte: Jornal da Cultura




E que os impactos não ocorrem somente em pacientes graves, mas também em casos leves que não precisam de tratamento hospitalar. O estudo, feito por pesquisadores da Unicamp e USP, concluiu que o novo Coronavírus infecta células do córtex, a fina camada cinzenta que recobre o cérebro. Essas células, chamadas de astrócitos, fornecem energia para os neurônios e são responsáveis por funções importantes, como a memória, consciência e linguagem. Ao entrar no cérebro o coronavírus impede a nutrição dos neurônios, causando a morte do tecido cerebral.

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.



Compartilhe esta postagem nas redes sociais