Fonte: Jornal da Cultura




A taxa de desemprego começou na casa dos 10% na primeira semana de maio, quando a pesquisa começou. Após uma ligeira estabilidade, ela passou a subir constantemente, até atingir agora mais de 14%, recorde desse levantamento. De lá pra cá, 4 milhões de trabalhadores engrossaram a fila do desemprego, que agora soma 14 milhões de pessoas.

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.



Compartilhe esta postagem nas redes sociais