Fonte: UOV

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS DETALHES DO CURSO ONLINE CONTROLE DE CUPINS EM ÁREAS AGRÍCOLAS.

Com o Curso Online Controle de Cupins em Áreas Agrícolas, elaborado pela Universidade Online de Viçosa – UOV, você recebe importantes informações sobre a caracterização dos cupins, o monitoramento, a prevenção, o controle em construções e o controle em culturas agrícolas, além de conhecer as dúvidas frequentes dos outros produtores sobre o assunto.

FICHA TÉCNICA:

  • Curso: Curso Online Controle de Cupins em Áreas Agrícolas
  • Modalidade: Ensino a Distância
  • Coordenação: Og Francisco Fonseca de Souza
  • Carga Horária: 40 horas
  • Série: Agricultura – 45205
  • Realização: UOV – Universidade Online de Viçosa

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.

Clique aqui para divulgar notícias e artigos no Agrosoft



Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Experimento coordenado pelo pesquisador brasileiro na Alemanha envolveu 120 plantas.

Ao desembarcar na Alemanha em 1º de outubro de 2018 o pesquisador Caue Ribeiro, da Embrapa Instrumentação, jamais imaginava que, pouco mais de 18 meses depois, teria que fazer uma “força-tarefa” para terminar seus experimentos e antecipar seu retorno ao Brasil, sem sequer poder se despedir de seus colegas do período como cientista visitante.

Já em isolamento social em sua casa, em São Carlos (SP), perto da esposa e filhos – que retornaram ao País no início de fevereiro – apesar de não poder finalizar seu trabalho de uma forma “mais feliz” no Instituto de Energia e Clima (IEK) do Forschungzentrum, em Jülich, ele detalha como foi a reação dos alemães perante a pandemia do novo Coronavírus.

O líder da Rede de Nanotecnologia aplicada ao Agronegócio (AgroNano) conta que a partir de janeiro começaram as primeiras notícias sobre o Covid-19 vindas da China, onde ele esteve durante dois meses antes de viajar para a Alemanha.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Os técnicos contratados atuarão em projeto de incentivo à caprinocultura leiteira. Foto: Adilson Nóbrega

Estão abertas até dia 17 de abril de 2020 as inscrições para seleção de técnicos de nível superior e médio para atuação na região da bacia leiteira caprina, entre os estados da Paraíba e Pernambuco, pelo programa Inovasocial (BNDES/Embrapa/Fundação Eliseu Alves).

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

A pesquisadora Tânia Medeiros. Foto: Saulo Coelho

Tânia Valeska Medeiros Dantas Simões

A ovinocultura de corte é uma atividade de grande importância para a pecuária brasileira especialmente no Nordeste sendo Sergipe berço da raça Santa inês produtora de carne. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que o Brasil tem mais de 18 milhões de ovinos e o número vem crescendo diante da procura pela carne ovina.  Contudo um dos grandes problemas enfrentados pelos criadores são as endoparasitoses,  consideradas um dos principais entrave sanitários dos rebanhos ovinos em virtude das perdas econômicas ocasionadas pela baixa produtividade, mortalidades e custos com tratamentos. 

A principal forma de controle das endoparasitoses é por meio de substâncias químicas com amplo espectro de atuação; o que muitas vezes é aplicado com subdoses e ocasiona problemas de resistência.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Escalada para coleta de dados referentes às copas das árvores. Foto: Fernanda Fonseca

• Mortalidade de árvores nos estados do Acre e Amazonas subiu, em média, de 2% para 5%.

• Índice deve-se a períodos mais longos de seca decorrentes da passagem de El Niño e La Niña.

• O aumento ocorreu em um período superior a dez anos após exploração madeireira.

• Estudos indicam que eventos climáticos podem causar mais impacto na floresta do que a extração de madeira.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Frutas de macieira do grupo Gala com excelente coloração devido à fertirrigação. Foto: Gilmar Nachtigall

• A fertirrigação é capaz de mitigar efeitos da escassez pluvial e do forte calor que vinham afetando, nos últimos anos,  as macieiras na Região Sul do Brasil. 

• A constatação resulta de estudos realizados pela Embrapa Uva e Vinho (RS)

• A associação entre técnicas de irrigação e de adubação garantiu, após quatro safras,  aumento médio de produtividade de 34% para cultivares de maçã Gala.

• No caso da maçã Fuji Suprema, os ganhos foram superiores a 120%.

• Além disso, a conjugação das técnicas gerou produtos de melhor qualidade, atendendo a padrões exigidos pelo mercado interno e para a exportação.

Estudos científicos desenvolvidos pela Embrapa Uva e Vinho (RS) comprovaram que a associação entre irrigação e adubação (fertirrigação) é capaz de driblar os efeitos negativos das mudanças climáticas no cultivo de maçãs na Região Sul do Brasil.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais