Fonte: Fapesp

Elton Alisson | Agência FAPESP O modelo de produção agropecuária extensivo praticado nas últimas décadas para atender à demanda global por alimentos tem causado um aumento das taxas de uso e ocupação da terra em escala sem precedentes. Esses processos têm contribuído para a perda de biodiversidade e de ecossistemas, degradação de solo e aumento das emissões de gases de efeito estufa, constata o relatório especial divulgado nesta quinta-feira (08/8) pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) da Organização das Nações Unidas (ONU), elaborado por 107 cientistas, de 52 países.

Entre as medidas propostas no texto para melhorar a gestão do uso da terra estão reduzir o desmatamento de florestas tropicais, replantar vegetação nativa para sequestrar e retirar dióxido de carbono (CO2) da atmosfera e compatibilizar o aumento da produção de alimentos com a sustentabilidade ambiental.

Um sumário para os formuladores de políticas do relatório especial sobre mudanças climáticas e uso da terra do IPCC também foi lançado ao fim de um encontro de cientistas em Genebra, na Suíça, após ter sido aprovado por 195 países.

Elaborado ao longo dos dois últimos anos, o documento avaliou como o uso da terra contribui para as mudanças climáticas e, reciprocamente, como as alterações climáticas afetam a terra.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

A 7ª edição do Seminário de Agricultura de Precisão acontecerá em 27 de setembro de 2019, em Piracicaba. O evento é promovido pelo Grupo de Mecanização e Agricultura de Precisão da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP).

O seminário divulga o conhecimento sobre os temas relacionados à agricultura de precisão para profissionais, pesquisadores, produtores e estudantes da graduação e pós-graduação, abordando os principais conceitos, aplicações e suas perspectivas no Brasil.

A atual edição dará ênfase aos temas sobre machine learning na era da digitalização agrícola e inovações tecnológicas na gestão de lavouras.

As inscrições on-line podem ser feitas pelo site da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz e custam R$ 150 para estudante e R$ 250 para profissionais, até 17 de agosto.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

O Fórum Brasileiro de IoT e a Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie estão organizando um seminário sobre internet das coisas (IoT) no Agronegócio no dia 8 de agosto de 2019, em São Paulo.

O seminário será dividido nos seguintes blocos temáticos: “Ações Públicas”, “Tecnologias”, “Experiências” e “Oportunidades de Apoio e Financiamento”.

Participarão como palestrantes representantes e pesquisadores de várias instituições, como Giuliana Del Nero Velasco, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Ricardo Yassushi Inamasu, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e Sérgio Queiroz”, coordenador adjunto de Pesquisa para Inovação da FAPESP.

As inscrições custam R$ 250 e devem ser feitas pelo site do Fórum Brasileiro de IoT.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

A nova edição do Simpósio Nacional de Instrumentação Agropecuária (Siagro) será realizada de 3 a 5 de dezembro de 2019, em São Carlos (SP). O Siagro é um fórum que se propõe a discutir a interface entre a ciência, inovação e mercado em temas que estão na fronteira do conhecimento, como agricultura de precisão, nanotecnologia, automação, bioeconomia e agricultura digital.

Durante três dias, os participantes terão acesso a uma programação que envolve palestras, mesas-redondas e o “Business Day”, durante o qual serão realizadas demonstrações de tecnologias inéditas, com representantes dos setores público e privado, investidores e profissionais de comunicação.

Entre os palestrantes confirmados estão: Corrado Di Natale, da Universidade de Roma (Itália); Francisco Jardim, CEO da SP Ventures; Francisco Maturro, presidente do Agrishow; Michael Ladish, da Universidade Purdue (Estados Unidos); Vanderlei Salvador Bagnato, diretor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da Universidade de São Paulo (USP); José Eduardo Corá, da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da Universidade Estadual Paulista (Unesp); José Roberto Postali Parra, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP; e Osvaldo Novais de Oliveira Júnior, do IFSC-USP.

Os interessados poderão submeter trabalhos para apresentação oral ou na forma de pôster.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

A Faculdade de Enfermagem da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) está com inscrições abertas, até 9 de agosto de 2019, em concurso público para duas vagas de professor doutor.

As vagas são para contratação em Regime de Turno Completo (RTC), com opção preferencial de Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa (RDIDP), na área de Enfermagem em Saúde Pública. O salário para os professores contratados em RTC é de R$ 1.918,76 e de R$ 11.069,37 em RDIDP.

Os docentes ministrarão as disciplinas EN 112 – Enfermagem em Saúde Coletiva I, EN 212 – Enfermagem em Saúde Coletiva II, EN 312 – Enfermagem na Organização do Sistema de Saúde e EN 412 – Enfermagem em Saúde Coletiva III.

As inscrições deverão ser feitas de forma presencial pelo candidato ou procurador (procuração simples) nos dias úteis, das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas, na Secretaria da Faculdade de Enfermagem, situada na rua Tessália Vieira de Camargo, 126, Cidade Universitária, Campinas, SP.

No momento da inscrição deverá ser apresentado requerimento dirigido ao diretor da Faculdade de Enfermagem, contendo nome, domicílio e profissão, acompanhado dos seguintes documentos: prova impressa de que é portador do título de doutor de validade nacional, cópia impressa do documento de identificação pessoal, um exemplar impresso e uma cópia em formato digital (arquivo em pdf) do memorial, com o relato das atividades realizadas e a comprovação dos trabalhos publicados e demais informações, e uma cópia digitalizada de cada trabalho ou documento comprobatório, em conformidade com a ordem mencionada no memorial.

O concurso constituirá de prova escrita, prova de títulos, prova de arguição e prova didática.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

O Instituto Butantan está com inscrições abertas para a nova turma do MBA Gestão da Inovação em Saúde. O prazo de inscrição termina em 22 de julho de 2019.

Com duração de 18 meses, o curso é formado por três ciclos: Inovação Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia; Pesquisa, Desenvolvimento e Produção em Saúde; e Negócios, Financiamento, Liderança e Gestão de Projetos Inovadores.

O objetivo do curso é capacitar profissionais para atuar nas áreas de inovação, gestão estratégica, novos negócios, produtos ou serviços e para transformar pesquisas científicas em produtos inovadores na área de saúde, estimulando tratamentos de doenças com novos fármacos, diagnósticos, tratamentos cirúrgicos, terapêuticos, além de novos equipamentos.

Com formato semipresencial, o MBA é interativo e está estruturado para o desenvolvimento teórico e prático de profissionais.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

Aumentam os indícios de que uma dieta rica em alimentos ultraprocessados pode ser prejudicial à saúde. Por essa razão, alguns especialistas em nutrição e saúde pública afirmam que o ideal seria reduzir ao mínimo o consumo dessas comidas industrializadas que apresentam altos teores de açúcares, gorduras, sal e compostos químicos que aumentam a durabilidade ou conferem mais aroma, cor e sabor.

Apenas em maio deste ano (2019), 10 novos estudos trouxeram resultados indicando possíveis efeitos nocivos dos ultraprocessados à saúde.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

O Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública (PPG-SP) da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da Universidade de São Paulo (USP) recebe inscrições, até 15 de agosto de 2019, para o processo seletivo dos cursos de mestrado, doutorado e doutorado direto, para ingresso no primeiro semestre de 2020.

São oferecidas seis linhas de pesquisa no PPG-SP: “Epidemiologia das doenças, dos agravos à saúde e de seus determinantes”, “Entomologia em Saúde Pública”, “Organização dos processos produtivos e saúde do trabalhador”, “Política, gestão e saúde” e “Saúde Ambiental, modos de vida e sustentabilidade”.

O processo seletivo é desenvolvido em três etapas: prova de língua portuguesa e proficiência em língua inglesa, análise de projeto de pesquisa e currículo e arguição.

As inscrições no processo seletivo serão feitas pelo site da FSP-USP.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: agencia.fapesp.br

A 11ª edição do Congresso Brasileiro de Turismo Rural será realizada de 25 a 27 de setembro de 2019, na Escola Superior de Agricultura de Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP), em Piracicaba (SP).

O tema da edição é “Turismo Rural e Territórios Criativos”. O congresso é voltado a estudantes de Turismo, Geografia, Sociologia, Administração, Arquitetura, Engenharia Civil, empreendedores rurais e também a profissionais interessados em turismo rural.

A programação contemplará atividades como palestras, mesas-redondas, relatos de experiências, apresentações artísticas, mostra de produtos e serviços de turismo rural e lançamento de livros.

Os interessados podem submeter trabalhos até 20 de julho, em uma das seguintes áreas temáticas: “Indicação Geográfica, Denominação de Origem (selos de qualidade) e Turismo Rural”, “Políticas Públicas, Legislação no Campo e Redes no Turismo Rural”, “Comunicação, Novas Tecnologias e Temas Emergentes no Turismo Rural”, “Inovações Agroalimentares e Turismo Rural”, “Turismo Equestre, iniciativas inovadoras do setor em espaço rural”, “Cultura, Patrimônio e Gastronomia no Espaço Rural”, “Turismo Pedagógico e Educação Ambiental no Campo” e “Turismo Rural e Ambiente”.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Agência FAPESP – O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Semioquímicos na Agricultura – um dos INCTs apoiados pela FAPESP em colaboração com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no Estado de São Paulo – oferece uma oportunidade de pós-doutorado com bolsa da FAPESP. O prazo de inscrição se encerra no dia 10 de julho de 2019.

A vaga está disponível para pesquisa no Laboratório de Ecologia Química e Comportamento de Insetos da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP).

A oportunidade envolve a coleta e análise de compostos voláteis radiculares. O projeto será focado na investigação da produção e liberação de compostos voláteis radiculares por plantas cultivadas e não cultivadas e na avaliação de como esses compostos podem atuar na interação planta-planta, alterando os voláteis radiculares e a configuração química das plantas vizinhas, e sua interação com herbívoros.

O candidato deve ter doutorado em entomologia ou áreas correlatas. São exigidos para a oportunidade: experiência com bioensaios e sistemas de coleta de voláteis radiculares de plantas; habilidades com cromatografia gasosa; conhecimento em análise de dados; e experiência prévia sobre interações planta-herbívoro.

As inscrições devem ser feitas por e-mail com a documentação anexada e dirigida ao pesquisador principal da oportunidade, o professor José Maurício Simões Bento (jmsbento@usp.br). Junto ao e-mail devem ser anexados os seguintes documentos: carta de motivação, duas cartas de recomendação e curriculum vitae com artigos publicados.

Mais informações sobre a vaga: www.fapesp.br/oportunidades/2917.

A oportunidade de pós-doutorado está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.373,10 mensais e Reserva Técnica equivalente a 15% do valor anual da bolsa para atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio fora da cidade na qual se localiza a instituição-sede da pesquisa e precise se mudar, poderá ter direito a um auxílio-instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.
 

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

Desenvolvido por pesquisadores da USP em São Carlos, dispositivo identifica a presença de diferentes patógenos de forma mais rápida e com menor custo do que os métodos tradicionais (fotos: divulgação e Myriams-Fotos-Pixabay) 27 de junho de 2019

Elton Alisson, de São Carlos  |  Agência FAPESP – Uma molécula obtida do ferrão de abelhas deu origem a um biossensor que promete detectar bactérias em alimentos e bebidas de forma mais rápida e com menor custo do que os métodos tradicionais.

O dispositivo foi desenvolvido por pesquisadores do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IFSC-USP), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

“O biossensor é capaz de detectar bactérias em uma amostra muito pequena de alimento ou bebida, com alta sensibilidade e tempo que varia entre 10 e 25 minutos”, disse Osvaldo Novais de Oliveira Junior, professor do IFSC-USP e coordenador do projeto.

Pelos métodos tradicionais é preciso analisar todo o volume ou massa, acompanhar o crescimento das bactérias e proceder à contagem das unidades que formam a colônia.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

Bolsista estará vinculado a projeto realizado no Cena, em Piracicaba, que compara resultados de produção animal, emissões de gases de efeito estufa e informações sobre sustentabilidade (foto: Gustavo José Braga / Embrapa) 26 de junho de 2019

Agência FAPESP – A inscrição para o preenchimento de uma vaga de pós-doutorado com Bolsa da FAPESP, oferecida pelo Projeto Temático “Consequências ambientais da conversão pastagem-cana-de-açúcar e intensificação de pastagens”, está aberta até 30 de junho de 2019.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

Em “Entrevista – Ciência e Agropecuária”, parceria com a FAPESP que estreia hoje, o pesquisador Paulo Saldiva conversa com cientistas sobre temas como tecnologias de uso do solo e manipulação genética dos alimentos (foto: divulgação) 10 de junho de 2019

Agência FAPESP – Como lidar com as questões da agricultura e da sustentabilidade? Esse é o fio condutor da nova temporada do programa “Entrevista”, que estreia no canal Futura nesta segunda (10/06), às 22h, com apresentação do médico e pesquisador Paulo Saldiva.

Produzida em parceria com a FAPESP, a série “Entrevista – Ciência e Agropecuária” traz conversas com 13 cientistas e pesquisadores, mostrando também bastidores da pesquisa e histórias de vida.

As pesquisas para diminuir o impacto ambiental na criação de gado; o estudo da genética dos alimentos e seu impacto na economia e na qualidade da alimentação; os alimentos probióticos como meios de prevenção de doenças; os desafios da segurança alimentar; e a agricultura de precisão, com o uso de tecnologias para melhorar a produtividade do solo, são alguns dos temas abordados na temporada.

No primeiro episódio, “Conservação ambiental e produção agrícola”, Paulo Saldiva recebe o cientista e poeta Luciano Verdade, que fala sobre o desafio de enxergar a agricultura e a conservação de espécies selvagens como interdependentes, não como conflituosas.

A temporada tem ainda, como convidados, pesquisadores como o geneticista Paulo Arruda, especialista em biotecnologia de plantas; a biomédica Susana Marta Isay Saad e o professor Luiz Antonio Martinelli, que atua na área de Ecologia, entre outros.

A série “Entrevista – Ciência e Agropecuária” também estará disponível no Futura Play.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais