Fonte: Fapesp

Aumentam os indícios de que uma dieta rica em alimentos ultraprocessados pode ser prejudicial à saúde. Por essa razão, alguns especialistas em nutrição e saúde pública afirmam que o ideal seria reduzir ao mínimo o consumo dessas comidas industrializadas que apresentam altos teores de açúcares, gorduras, sal e compostos químicos que aumentam a durabilidade ou conferem mais aroma, cor e sabor.

Apenas em maio deste ano (2019), 10 novos estudos trouxeram resultados indicando possíveis efeitos nocivos dos ultraprocessados à saúde.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais