Fonte: UOV

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS DETALHES DO CURSO ONLINE COMO MONTAR UMA PEQUENA FÁBRICA DE POLPAS DE FRUTAS.

A Universidade Online de Viçosa – UOV desenvolveu o Curso Online Como Montar uma Pequena Fábrica de Polpas de Frutas, com o qual é possível aprender sobre as instalações e equipamentos necessários, higiene e qualidade da água, processo de produção, cuidados com a matéria-prima, como produzir diversas polpas, embalagem e registro da marca, comercialização, entre outros.

FICHA TÉCNICA:

  • Curso: Curso Online Como Montar uma Pequena Fábrica de Polpas de Frutas
  • Modalidade: Ensino a Distância
  • Coordenação: Raimundo Camelo Mororó
  • Carga Horária: 40 horas
  • Série: Agroindústria – 45118
  • Realização: UOV – Universidade Online de Viçosa

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.

Clique aqui para divulgar notícias e artigos no Agrosoft



Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Faemg

Em meio às difíceis previsões para a economia brasileira neste ano, pequenos produtores rurais de Arinos, na região noroeste do estado, estão empenhados em aperfeiçoar a produção de frangos caipiras para aumentar a renda familiar.

Patrícia Soares da Silva, que já tinha feito o curso de Avicultura do Sistema Faemg/Senar Minas alguns anos atrás, solicitou o curso novamente no início de março para se atualizar e para que outros moradores da comunidade Paulo Freire, onde ela mora, também pudessem adquirir o aprendizado.

O treinamento ministrado pela instrutora Camila Delfim trata da construção de galinheiros, desinfecção e limpeza dos ambientes, produção de equipamentos para as aves com materiais reaproveitáveis, saúde das aves através de vacinação, manejo reprodutivo, alimentício e sanitário, e, por fim, trata de gestão, com ênfase em custos de produção de frangos e ovos.

“O curso nos motivou muito.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Faemg

FAEMG defende retomada gradual da economia, com a manutenção dos rígidos cuidados sanitários

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG), atenta aos reflexos da pandemia do coronavírus no estado e no país, solicitou ao governo do estado e aos prefeitos dos municípios mineiros providências para minimizar os problemas econômicos que o agronegócio está enfrentando e que devem se agravar nos próximos dias.

A FAEMG defende que os governos federal, municipal, estadual, sigam com os esforços que preservem a saúde dos mineiros, pois o momento é grave e exige cuidados que devem ser observados por todos os cidadãos e atenção às orientações dos órgãos sanitários.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Fabiano Estanislau

Com o objetivo de orientar técnicos, produtores rurais, pesquisadores, agências de financiamento e estudantes universitários sobre as áreas mais adequadas para o cultivo de café, banana, seringueira e abacaxi no Estado do Acre, a Embrapa lançou uma série de fôlderes para divulgar o resultado do Zoneamento Pedoclimático, pesquisa realizada em parceria com o Ministério da Agricultura, em Capixaba, Feijó, Plácido de Castro e Tarauacá, para apresentar as áreas preferenciais para o plantio de acordo com o nível tecnológico adotado para cada cultura.

Além do resultado do zoneamento de cada município, o documento apresenta dados como localização, extensão territorial, uso atual da terra, porcentagem de área desmatada e os resultados disponíveis em tabelas e mapas.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

O evento acontecerá na cidade do Rio de Janeiro. Foto: Embrapa Solos

Devido à pandemia que assola o mundo o comitê organizador do II Pedometrics Brazil anunciou a nova data do evento, que acontecerá na sede da Embrapa Solos (Rio de Janeiro/RJ): 30 de setembro a 03 de outubro de 2020.

Dentro da Ciência do Solo, a Pedometria é considerada uma das disciplinas com maior desenvolvimento nos últimos anos, graças aos avanços dos sistemas computacionais e tecnológicos.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: UOV

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS DETALHES DO CURSO ONLINE CAFÉ – CULTIVO SUPERADENSADO.

A Universidade Online de Viçosa – UOV elaborou o Curso Online Café – Cultivo Superadensado para auxiliar aqueles que desejam impulsionar sua produção. O conteúdo desse curso apresenta as vantagens e desvantagens de se trabalhar com o adensamento, plantio e condução da lavoura, controle de pragas e doenças, adubação, irrigação, podas, colheitas, entre outros.

FICHA TÉCNICA:

  • Curso: Curso Online Café – Cultivo Superadensado
  • Modalidade: Ensino a Distância
  • Coordenação: Ivan Franco Caixeta
  • Carga Horária: 40 horas
  • Série: Cafeicultura – 45125
  • Realização: UOV – Universidade Online de Viçosa

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.

Clique aqui para divulgar notícias e artigos no Agrosoft



Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

Agência FAPESP – O Instituto de Química de São Carlos da Universidade de São Paulo (IQSC-USP) está com inscrições abertas até 10 de abril de 2020 para candidatos com título de doutor a serem indicados para três bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) de Desenvolvimento Tecnológico Industrial (DTI-A).

As bolsas têm duração de dois anos e valor mensal de R$ 4.000. As atividades estão previstas para iniciar entre o final de abril e início de maio de 2020.

Para as três bolsas é exigido o título de doutor.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Faemg

Pesquisador da EPAMIG esclarece que planejar e realizar gestão eficiente da água impulsiona a produção de leite, promove saúde e bem estar animal

Pode parecer óbvio, mas ainda hoje é preciso discutir os benefícios da ingestão adequada de água por bovinos nas fazendas do Brasil. Na pecuária leiteira, o que se observa em muitos empreendimentos do país é negligência na disponibilidade de água e nos cuidados com os bebedouros dos animais.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Foto: Gabriel Faria

Em função do adiamento do II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta para 3 a 6 de maio de 2021, devido à pandemia do Covid 19, as inscrições para o Prêmio Rede ILPF de Jornalismo serão suspensas temporariamente e o concurso terá seu cronograma alterado.

Conforme novo edital disponível no site www.ilpf.com.br, as inscrições serão reabertas em 1º de novembro de 2020 e poderão ser feitas até o dia 28 de março de 2021.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Faturamento da cafeicultura nos estados em relação ao total das lavouras corresponde a 78% no Espírito Santo, 34% em Minas Gerais, 22% em Rondônia, 4,5% na Bahia, 4% em São Paulo e 0,9% no Paraná

O Valor Bruto da Produção – VBP das lavouras brasileiras foi calculado para este ano de 2020 em R$ 448,4 bilhões, tendo como base principal a produção dos últimos quatro trimestres e os preços médios recebidos pelos produtores agrícolas, nos meses de janeiro e fevereiro, de dezessete culturas que foram objeto desta pesquisa para estimar o faturamento do setor.

Se for estabelecido um ranking das seis principais culturas, em termos de arrecadação, constata-se que a soja figura em primeiro lugar, com faturamento bruto estimado em R$ 160,22 bilhões, depois vem o milho, com R$ 73,83 bilhões, seguido da cana-de-açúcar, em terceiro, com R$ 61,16 bilhões.  Na sequência, em quarto lugar, destaca-se o algodão herbáceo, com faturamento estimado em R$ 42,6 bilhões, depois o café, em quinto, com R$ 25,11 bilhões, e, em sexto, a laranja, com receita bruta calculada em R$ 14,73 bilhões.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Embrapa

Os testes diagnósticos são realizados pelos especialistas da Embrapa da área de saúde animal, Fiocruz-MS e UEMS. Foto: Danilo Gomes

A Embrapa Gado de Corte colocou sua moderna infraestrutura laboratorial e equipes, à disposição dos Ministérios da Agricultura e Saúde para ajudar no combate ao novo coronavírus.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: jornal.usp.br

Vírus e contexto do País eram outros em 2009, mas trabalho em rede e articulação entre diferentes instâncias de poder são exemplos que poderiam ser seguidos


Em 2009, Brasil agiu ativamente no combate à influenza A H1N1 e obteve transferência de tecnologia para a produção da vacina em todo o território nacional; houve uma série de acordos e parcerias, com os quais o complexo industrial da saúde se articulou e cresceu no período – Foto: Arquivo Nacional via Wikimedia Commons / Domínio público

As ações do Brasil no combate à pandemia de influenza A H1N1 de 2009, que ficou conhecida como “gripe suína”, revelam a importância de ações políticas que fortaleçam a rede de pesquisa, desenvolvimento e produção de vacinas e o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS).

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Faemg

A grande quantidade de chuvas  no início do ano e, mais reecentemente, a pandemia do coronavírus, assustaram diversas localidades e levaram as pessoas a agir depressa para mitigar os problemas. Em Sacramento, no Triângulo Mineiro, o curso de Recuperação e Proteção de Nascentes do Sistema Faemg / Senar Minas resolveu pelo menos um desses problemas.

Com as chuvas intensas, Simone Alves Fraga, bióloga e filha de produtor rural, assistiu uma grande quantidade de água invadir as terras da família e dos vizinhos, atingindo uma nascente e causando seu assoreamento.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br

Texto está pronto para votação em comissão do Senado

Enquanto o país enfrenta a crise gerada pela epidemia do novo coronavírus, o Senado discute um projeto que prevê a taxação de grandes fortunas e destina recursos para o sistema de saúde. O projeto está na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), pronto para ser votado.

O projeto é do senador Plínio Valério (PSDB-AM) e cria o Imposto sobre Grandes Fortunas (IGF). O imposto incidirá sobre patrimônios líquidos superiores a R$ 22,8 milhões, com alíquotas que vão de 0,5% a 1%.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Agência Bori


FOTO: MELANIE WASSER / UNSPLASH

• Pesquisadoras entrevistaram homens que foram detidos na Delegacia Especial da Mulher de Guarapuava, Paraná
• A violência esteve presente na vida do agressor desde a infância
• Os agressores colocam-se como vítimas das ex-companheiras, do sistema e da lei

A cada quatro minutos uma mulher é agredida por um homem no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, e muitos entre os agressores atribuem à vítima a culpa pela violência.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

Agência FAPESP – O Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Neuromatemática (NeuroMat) oferece duas Bolsas FAPESP de Pós-Doutorado. As inscrições vão até 6 de abril de 2020. O NeuroMat é um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) financiado pela FAPESP, com sede no Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP).

Os candidatos poderão escolher uma entre três linhas de pesquisa: 1) Modelagem estocástica e/ou computacional do funcionamento cerebral; 2) Aquisição, processamento e análise quantitativa de dados eletrofisiológicos; 3) Desenvolvimento e aperfeiçoamento de equipamentos biomédicos para pesquisa em neurociência.

Será dada preferência para candidatos com formação em teoria das probabilidades, neurociência ou engenharia.

As inscrições deverão ser feitas pelo site do NeuroMat.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Fapesp

Agência FAPESP – O Projeto Temático “Inovação e transformação da atividade de prevenção de riscos profissionais – ITAPAR” dispõe de uma oportunidade de pós-doutorado com bolsa da FAPESP. O prazo de inscrição encerra no dia 7 de abril de 2020.

Conduzido na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP-USP), o projeto integra pesquisa colaborativa entre Brasil e França, que tem como meta a inovação e o desenvolvimento da atividade de prevenção de riscos profissionais em empresas públicas e privadas do Estado de São Paulo.

As atividades do bolsista envolvem metodologias de intervenção formativa como o Laboratório de Mudança, associado à Análise Ergonômica do Trabalho e à Análise Coletiva do Trabalho (ACT).

As principais tarefas serão supervisionar e apoiar três intervenções formativas, participar em seminários para discutir as metodologias aplicadas no Brasil e na França, coordenar o planejamento e a execução de disciplinas e cursos de formação sobre a metodologia, além de auxiliar na orientação e supervisão de estudantes de iniciação científica, técnicos, mestrandos e doutorandos no uso da metodologia.

Os candidatos devem ter doutorado em linhas de pesquisa em Saúde do Trabalhador e Saúde Coletiva, Saúde Pública ou Ergonomia da Atividade.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Faemg

Há 10 anos, o ex aluno do curso de Pedreiro do Sistema FAEMG/SENAR Minas, Milton Alves Franco, teve uma alergia provavelmente causada pelo manuseio de areia que mudou sua vida.

Impossibilitado de atuar como pedreiro, Milton fez o curso de  Produção Artesanal de Alimentos e abriu sua padaria no distrito Leliveldia, município de Berilo, no Vale do Jequitinhonha.

“Desde criança sempre ajudei minha mãe com as quitandas e logo que iniciei no curso de alimentos artesanais tive a certeza que o caminho a seguir seria o de padeiro.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais