O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural ? Administração Regional de Mato Grosso do Sul (SENAR-AR/MS) realiza entre os dias 23 e 29 abril, 27 cursos de aperfeiçoamento em diversas áreas. A intenção é levar conhecimento e consequentemente aumentar as chances do trabalhador uma colocação no mercado de trabalho.

Responsável pela geração de mais de 1,65 milhão de empregos, formais e informais, a indústria têxtil brasileira é a sexta do mundo, com uma produção anual de sete bilhões de peças. Em 2006 o setor exportou pouco mais de dois bilhões de dólares. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit).

Com grande potencial de crescimento, inúmeras vagas podem ser abertas, por esse motivo a formação profissional torna-se extremamente importante nesta área. Para atender os trabalhadores que buscam aperfeiçoamento, o SENAR-AR/MS, realiza o curso de Corte e Costura Básico, entre os dias 24 e 28 de abril em Amambai e Rio Verde de Mato Grosso.

Entre os dias 24 e 26 de abril, os moradores de Ribas do Rio Pardo podem participar do curso de Instalação de Cerca Elétrica. No treinamento, será ensinado desde a escolha dos materiais, passando pela execução do projeto e medidas de segurança, dos diferentes tipos de cerca.

Nos dias 28 e 29 de abril ocorre o curso de Casqueamento e Correção de Aprumos em Eqüinos em Bataguassu. A forma como o cavalo é casqueado pode influenciar na locomoção do animal. Sem cuidados, os cascos podem provocar dor no animal. No curso, exercícios e controle de técnicas. Nos dias 29 e 30 de abril, o curso será oferecido em Glória de Dourados.

Informações sobre os cursos podem ser obtidas pelo site www.senarms.org.br.

Fonte

Sato Comunicação
Thiago Fraga – Jornalista
contato@satocomunicacao.com.br
www.satocomunicacao.com.br

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Em audiência pública realizada na última segunda-feira, 16 de abril, foi acertada a criação do Instituto de Desenvolvimento Florestal de Mato Grosso do Sul. O projeto pretende organizar o setor no Estado, pautando discussões acerca dos interesses das empresas e do Estado, sem deixar de lado a questão ambiental.

O diretor-secretário da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (FAMASUL), Dácio Queiroz, participou da audiência e acredita que a criação do instituto será benéfica para MS. ?Vejo esta iniciativa com bons olhos, já que haverá um controle para que os interesses de todas as partes envolvidas sejam respeitados?.

A audiência foi proposta pelo deputado estadual Paulo Corrêa e contou com a participação do Governador André Puccinelli. Em seu discurso, o governador reafirmou o compromisso, assumido durante a campanha, de trabalhar para diversificar a produção do Estado.

Fonte

Sato Comunicação
Fabiane Sato – Jornalista
contato@satocomunicacao.com.br
www.satocomunicacao.com.br

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Para o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (FAMASUL), Ademar Silva Junior, a utilização do Fundo para o Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de MS (Fundersul) para o pagamento de dívidas contraídas no governo anterior desvirtua o propósito da criação do tributo.

?O Fundo não foi criado para o pagamento de dívidas e sim para a melhoria de estradas e investimento em logística para o transporte dos nossos produtos?, enfatizou o presidente.

O gargalo do agronegócio continua sendo o transporte dos produtos. O problema deve se agravar com a colheita da cana-de-açúcar. ?O açúcar e o álcool são commodities de baixo valor agregado. O custo de logística faz uma diferença enorme?, destaca.

O Governo do Estado encaminhou esta manhã (18) ? Assembléia Legislativa o Plano de Aplicação do Fundersul, que segundo informações do líder do Governo, Youssif Domingos (PMDB), tem previsão de arrecadação de R$ 60 milhões, sendo que R$ 27 milhões (45%) serão utilizados para pagamento de empreiteiras e a Petrobrás.

Fonte

Sato Comunicação
Fabiane Sato – Jornalista
contato@satocomunicacao.com.br
www.satocomunicacao.com.br

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Evento vai contar com a participação do Secretário de Ciência e Tecnologia do DF, Izalci Lucas.

A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, uma das 41 unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa AgropecuáriaEmbrapa, promove no dia 19 de abril, das 09h00 ? s 12h00, em seu auditório central (Parque Estação Biológica – PqEB, final Av. W5 Norte, em frente ? Câmara Legislativa) reunião para avaliar os resultados de pesquisa obtidos em 2006 em prol da agropecuária brasileira e definir as prioridades para 2007. O evento vai contar com a presença do Secretário de Ciência e Tecnologia do Distrito Federal, Izalci Lucas, que vai apresentar a nova política de C e amp;T para o DF.

Essa reunião faz parte de um programa de avaliação, desenvolvido em todas as unidades de pesquisa da Embrapa por um Conselho Assessor Externo ? CAE. Esse Conselho atua como órgão consultivo junto ? s unidades com o objetivo de assessorá-las em seus processos de planejamento, acompanhamento e avaliação da pesquisa e dos processos de transferência de tecnologia, negócios tecnológicos, promoção de imagem, bem como aspectos gerenciais. Todos os anos são promovidas duas reuniões de avaliação do CAE em todas as unidades da Embrapa. Essa será a sexta a ser realizada na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia.

O CAE da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia é composto por 11 membros, representando os seguintes setores: acadêmico, ciência e tecnologia, governo, empresarial e organizações não governamentais ? ONG?s. São membros natos: o Diretor Executivo da Embrapa, José Geraldo Eugênio de França; o Chefe Geral da Unidade, José Manuel Cabral, e o Chefe de Pesquisa e Desenvolvimento, Mauro Carneiro.

Os membros representantes dos setores externos são: Luiz Antônio Barreto de Castro (Secretário de Políticas e Programas do Ministério da Ciência e Tecnologia); Luis Afonso Bermudez (Diretor do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade de Brasília ? CDT/UnB); Odilson Luiz Ribeiro e Silva (Diretor do Departamento de Assuntos Sanitários e Fitossanitários – DASF/ MAPA); Álvaro Eleutério da Silva (Diretor de Programas da Secretaria de Defesa Agropecuária/MAPA); Ana Lúcia Delgado Assad (Gerente do Centro de Educação em Saúde Abram Szajman – CESAS/Instituto de Ensino e Pesquisa Albert Einstein); Felipe Oscar Sampaio Gomes de Almeida (Instituto FACES); José Maria Cardoso da Silva (Conservação Internacional – Escritório Regional da Amazônia); e Evaldo Ferreira Vilela (Secretaria de ciência e Tecnologia de Minas Gerais).

Programação

A reunião será iniciada ? s 09h00, pelo Diretor-Executivo da Embrapa, José Geraldo Eugênio de França. De 09h15 as 10h15, o Chefe-Geral da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, José Manuel Cabral, vai apresentar as atividades e resultados alcançados pela Unidade em 2006 em suas quatro grandes áreas de atuação: recursos genéticos; biotecnologia; segurança biológica e controle biológico de pragas, além de discutir os novos rumos da pesquisa agropecuária para 2007. Logo depois, ? s 10h15, o Secretário de C e amp;T do DF, Izalci Lucas, apresentará o programa do GDF para a área de ciência, tecnologia e inovação.

A programação na parte da manhã vai incluir ainda uma visita ? s câmaras de conservação da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, onde se encontram conservadas mais de 100 mil amostras de sementes de espécies vegetais de importância socioeconômica, o que torna o banco genético da Embrapa o 7º maior de todo o mundo, Nessas câmaras frias, as sementes são conservadas a 20ºC abaixo de zero, onde podem permanecer por mais de cem anos. Periodicamente são feitos testes para avaliar o seu potencial de germinação. As espécies com maior número de amostras na coleção são as de maior importância na alimentação do povo brasileiro, ou seja:, arroz, feijão, trigo e milho e soja mas o banco inclui ainda outras espécies, como medicinais, fruteiras e ornamentais, entre muitas outras.

Fonte

Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia
Fernanda Diniz – Jornalista
Fones: (61) 3448-4769 e 3340-3672
E-mail: fernanda@cenargen.embrapa.br
Web: www.cenargen.embrapa.br

Compartilhe esta postagem nas redes sociais