Foi formalizado no dia 11 de abril, no Auditório da Fiesp, em São Paulo, a criação do Consórcio Brasileiro de Comparação de Modelos de Produção de Leite (CBLeite). Com isto, o Brasil passa a fazer parte da Rede Internacional de Comparação de Fazendas (IFCN, da sigla em Inglês). A IFCN é um pool internacional de instituições de pesquisa que compartilham informações e metodologias para estudo e melhor compreensão dos aspectos globais da atividade leiteira.

A Embrapa Gado de Leite já vinha cooperando com as atividades do IFCN e propôs a integração oficial ao setor lácteo nacional. A sugestão foi abraçada pelos demais membros do setor, liderado pela Associação Brasileira das Indústrias de Leite Desidratado (Abild). Por ter uma equipe multidisciplinar que já vem se dedicando a tal tipo de pesquisa há algum tempo, coube ? Embrapa Gado de Leite a função de coordenar o CBLeite.

O IFCN, que tem sede na Universidade de Kiel, na Alemanha, utiliza metodologias e procedimentos padronizados para comparar a eficiência, apontar problemas e soluções nas mais diferentes regiões produtoras de leite no mundo, com foco nos diversos sistemas de produção existentes. Os relatórios anuais da instituição incluem informações detalhadas sobre a atividade leiteira de 60 países dos cinco continentes.

Segundo o Chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins, ao compartilhar análises que vão produzir resultados mais claros e objetivos sobre a atividade leiteira no planeta, o setor lácteo brasileiro terá a oportunidade de conhecer detalhes relevantes de aspectos relativos ? competitividade em diversas regiões e se antecipar na aplicação do que for mais vantajoso para as necessidades da atividade nacional.

Martins reforça que a integração ao IFCN colocará o Brasil em igualdade de condições nos principais fóruns de discussão mundiais sobre o negócio leiteiro de forma contínua e sustentável. ?Teremos ? nossa disposição para intercâmbio os maiores especialistas do mundo no assunto?, aponta. Outro ponto que ele destaca é o fato de que pela primeira vez na história empresas fortes e concorrentes estarão do mesmo lado, junto com todo o setor produtivo, para apoiar um trabalho de âmbito internacional que só trará benefícios para o setor. ?Todos unidos em torno de um objetivo comum?, salientou.

Além da Embrapa Gado de Leite, o consórcio nasce com as seguintes entidades/ e empresas: ABLV ? Associação Brasileira de Leite Longa Vida; ABIQ ? Associação Brasileira da Indústria do Queijo; Associação Leite Brasil; Avipal S/A Avicultura e Pecuária; DPAM ? Dairy Partners Américas Manufacturing; Embaré Indústrias Alimentícias Ltda; Fadepe ? Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão; Itambé ? Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais Ltda; Nestlé Brasil Ltda; Parmalat Brasil S/A Indústria de Alimentos; Sindileite/GO ? Sindicato das Indústrias de Laticínios no Estado de Goiás; Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados no Estado de São Paulo e UFJF– Universidade Federal de Juiz de Fora.

A equipe da Embrapa Gado de Leite, que integra o CBLeite é formada pelos seguintes membros:

  • Lorildo Aldo Stock ? Coordenador e representante do Brasil junto ao IFCN – Ph.D. em Economia Rural (Oklahoma State University, EUA); Engenheiro Agrônomo (UFSC) e Mestre em Economia Rural (UFV);
  • Alziro Vasconcelos Carneiro – Doutor em Veterinária (UFRRJ); Médico Veterinário (UFMG) e Mestre em Extensão Rural (UFV);
  • Glauco Carvalho – Mestre em Economia Aplicada (Esalq/USP) e Economista (UFMG);
  • Luiz Carlos Takao Yamaguchi – Doutor em Economia Rural (UFV); Economista (UFSJ) e Mestre em Economia Rural (UFV);
  • Paulo do Carmo Martins – Doutor em Economia Aplicada (Esalq/USP); Economista (UFJF) e Mestre em Economia Rural (UFV);
  • Rosângela Zoccal – Mestre em Produção Animal (Universidade Católica, Chile); Zootecnista (FAZU).
  • José Luiz Bellini Leite ? PhD em Economia Aplicada (Oklahoma State University, EUA); Engenheiro Civil e Mestre em Administração Pública (FGV).

Fonte

Embrapa Gado de Leite
Rubens Neiva – Jornalista
Fone: (32) 3249-4712
E-mail: neiva@cnpgl.embrapa.br
Web: www.cnpgl.embrapa.br

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Paiol Balaio de Milho: segurança alimentar com economia é o tema do Dia de Campo na TV que será transmitido nesta sexta-feira, 20 de abril, das 9h ? s 10h da manhã (horário de Brasília) pelo Canal Rural (NET / SKY) e parabólica, com reapresentação ? s 8h do domingo, dia 22 de abril, pela Radiobras – Canal NBR / TV Nacional. A produção do Dia de Campo na TV desta semana é da Embrapa Informação Tecnológica (Brasília – DF) em parceria com a Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas – MG), Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O paiol Balaio de Milho desenvolvido pela Embrapa Milho e Sorgo em parceria com a Emater-MG busca atender ? s necessidades de pequenos produtores e oferecer milho de melhor qualidade, sem resíduos de agrotóxicos ou danos causados por roedores e insetos. Durante o programa, o telespectador conhecerá, passo a passo, como se faz o paiol, que substitui técnicas tradicionais como os antigos paióis encontrados na maioria das propriedades familiares, onde o controle de pragas e roedores é mais difícil.

Para o pesquisador Jamilton Pereira dos Santos, responsável pelo desenvolvimento do projeto, a tecnologia apresenta como inovação a facilidade de uso e a redução do custo para combater o caruncho do milho armazenado nas pequenas propriedades. ?Isso representa mais saúde para a família do agricultor e maior produtividade a um custo menor e com mais rendimento?.

Entre as vantagens do paiol Balaio de Milho, estão facilidade de construção, baixo custo dos materiais e da mão-de-obra utilizados, ajuste a diferentes quantidades armazenadas de milho, expurgo do milho no interior do paiol a qualquer momento, controle de roedores, favorecimento ? secagem natural do milho em espiga e adequação ? s necessidades da agricultura familiar.

O Dia de Campo na TV é interativo. As dúvidas do público sobre a tecnologia apresentada são esclarecidas, ao vivo, por especialistas, a partir de perguntas recebidas durante o programa, pelo telefone 0800 648 1140 (ligação gratuita), pelo fax (61) 3273-8949 ou ainda pelo endereço eletrônico diacampo@sct.embrapa.br.

Como sintonizar o programa

Antena parabólica doméstica (Banda L, Freqüência 1220 Mhz); Recepção multiaberta (Banda C, Transponder 6A2, Polarização Horizontal, Freqüência 3930 Mhz).

Pelo Canal Rural ? NET, SKY e parabólica (Transponder 12A2, Polarização Horizontal, Freqüência 4171 Mhz) ou pela internet no site do Canal Rural: www.canalrural.com.br.

Para aqueles que não puderem assistir ao programa, a Embrapa Informação Tecnológica disponibiliza cópias em vídeo que podem ser adquiridas pelos telefones: (61) 3340 9999 / 3448 4236, ou pela Livraria Virtual da Embrapa ? www.sct.embrapa.br/liv/.

Fonte

Embrapa Milho e Sorgo
Clenio Araújo – Jornalista
Telefone: (31) 3779-1172
E-mail: clenio@cnpms.embrapa.br
Web: www.cnpms.embrapa.br

Embrapa Informação Tecnológica
Jorge Macau – Jornalista
Telefone: (61) 3448-4590
E-mail: diacampo@sct.embrapa.br
Web: www.sct.embrapa.br

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Depois do sucesso do livro Espécies Arbóreas Brasileiras – Volume I, que teve sua 1ª edição esgotada e já reimpressa em 2006, acaba de ser lançado mais um volume, que faz parte do projeto de lançamento de cinco volumes para formar a coleção de Espécies Arbóreas Brasileiras.

Agora, o volume II, editado pela Embrapa Informação Tecnológica (Brasília/DF) em parceria com a e Embrapa Florestas (Colombo/PR) com o patrocínio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná apresenta o resultado de mais um trabalho do pesquisador Paulo Ernani Ramalho Carvalho e mostra sessenta espécies da flora brasileira.

A obra reúne informações descritivas sobre a ecologia, a silvicultura e a utilização das espécies elaboradas com base em referências bibliográficas, informações técnicas inéditas e depoimentos das pessoas que vivem no meio rural ? peões, mateiros e agricultores. O índice mostra o nome popular e científico de cada espécie e as páginas referentes a ela descrevem a taxonomia e nomenclatura, biologia reprodutiva e eventos fenológicos, ocorrência natural, aspectos ecológicos, biomas e tipos de vegetação, clima, solos, sementes, produção de mudas, características silviculturais, melhoramento e conservação de recursos genéticos, crescimento e produção, características da madeira, produtos e utilizações, principais pragas e doenças e as espécies afins. Além das informações técnicas e científicas o livro é ilustrado com fotografias que fornecem ao leitor uma idéia da coloração da madeira, flores, frutos e sementes e mapas de distribuição das espécies.

São 627 páginas no formato 21,7 x 30,5 cm, que tem o objetivo de compartilhar conhecimentos silviculturais das florestas brasileiras, para orientar e motivar quem se interessa pela preservação das espécies arbóreas e compor o acervo bibliográfico de referência.

Livro
Espécies Arbóreas Brasileiras – Volume II
Preço: R$ 190,00
Onde encontrar: Livraria Virtual da Embrapa
Telefone (61) 3448 4236
Web: www.sct.embrapa.br/LiV

Fonte

Embrapa Informação Tecnológica
Brasília (DF)
Cirlene Silva – Jornalista
E-mail: cirlene@sct.embrapa.br
Fone: (61) 3448 4590
Web: www.sct.embrapa.br

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

O 2º Seminário de Inovações Tecnológicas ocorrerá dia 27 de abril, das 8 ? s 12 horas, no Instituto de Zootecnia (IZ/APTA/SAA), em Nova Odessa (SP). Nesta edição os palestrantes abordarão assuntos na área de produção de carne bovina orgânica, critérios de seleção de reprodutores de bovinos e a abordagem sobre produtividade e programas de pesquisas do IZ.

Dra. Maria Eugênia Zerlotti Mercadante e Dra. Daina Gutmanis, pesquisadoras do IZ/APTA/SAA e Dr. Flávio Dutra de Resende, pesquisador da APTA Regional/SAA estarão ministrando as palestras.

Os seminários ocorrerão toda última sexta-feira de cada mês de 2007.

O evento é gratuito e as vagas são limitadas ao público externo. O IZ localiza-se na rua Heitor Penteado, 56, Centro, Nova Odessa (SP), acesso a Nova Odessa km 119 da Rodovia Anhanguera.

Programa

8h – 8h30 ? Credenciamento

8h30 – 8h45 ? Abertura

8h45 – 9h30 ? Palestra
Sustentabilidade de sistemas de produção de carne bovina orgânica no Estado de São Paulo
Dr. Flávio Dutra de Resende
APTA Regional/SAA

9h30 – 9h45 ? Debates

9h45 – 10h30 ? Palestra
Critérios de Seleção para reprodutores de bovinos de corte
Dra. Maria Eugênia Zerlotti Mercadante
IZ/APTA/SAA

10h30 – 10h45 ? Debates

10h45 – 11h00 ? Intervalo

11h00 – 11h45 ? Palestra
Produtividade e programas de pesquisa no Instituto de Zootecnia
Dra. Daina Gutmanis
IZ/APTA/SAA

Serviço

2º Seminário Inovações Tecnológicas
27 de abril de 2007
Das 8h ? s 12h

No Instituto de Zootecnia (IZ/APTA/SAA)
Rua Heitor Penteado, 56, Centro, Nova Odessa (SP)
Telefone (19) 3466-9410
paulino@iz.sp.gov.br | eventos@iz.sp.gov.br

Fonte

Instituto de Zootecnia (IZ/APTA/SAA)
Assessora de Comunicação Institucional
Llisley Silvério – Jornalista resp.
Fone: (19) 3466.9434 Fax: 3466.9413
E-mail: imprensa@iz.sp.gov.br | lisley@iz.sp.gov.br
Web: www.iz.sp.gov.br

Compartilhe esta postagem nas redes sociais