Nós últimos três anos a logística para a importação e exportação de mercadorias de qualquer natureza vem passando por algumas modificações devido à implantação gradual, no mundo todo, da Norma Internacional de Medidas Fitossanitárias nº15 (NIMF15), editada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a Agricultura e Alimentação (FAO), em março de 2002.

A Norma que já está em vigor em mais de 50 paises, inclusive no Brasil em caráter emergencial, visa controlar o trânsito de pragas florestais de um país para outro no comércio internacional de mercadorias transportadas em suportes (pallets) ou embalagens de madeira.

Para que esse controle seja feito, as embalagens ou os pallets devem passar por um dos dois tipos de tratamentos recomendados: o tratamento por fumigação com Brometo de Metila (MB) ou o Tratamento Térmico (HT) e receber marca reconhecida internacionalmente, atestando que a madeira atende às exigências impostas pela NIMF15. No Brasil, esta marca é de uso exclusivo das empresas credenciadas pelo MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Os exportadores têm três opções para embarcar suas mercadorias de acordo com a Norma: comprar o pallet tratado, tratar a madeira na planta, ou então fazer o tratamento na hora do embarque. Sendo que o mais prático, mais utilizado e com maior credibilidade é o tratamento realizado no momento em que a mercadoria já está pronta para ser exportada.

Mesmo depois da implantação da NIMF15 a embalagem mais utilizada para transporte de mercadorias no comércio internacional é a de madeira por ter um custo mais acessível. De acordo com estimativa da Associação Brasileira das Empresas de Tratamento Fitossanitário e Quarentenário (ABRAFIT), uma embalagem ou pallet de madeira tratado custa em média 1/4 do valor da embalagem de plástico ou material semelhante.

Segundo o presidente da ABRAFIT, Marco Bertussi, todos os exportadores do mundo precisam tratar e certificar suas embalagens antes de exportar, pois quem não certificar corre o risco de ter sua mercadoria rechaçada no país de destino, como já vem acontecendo, portanto a adequação a esta norma internacional vai determinar se o exportador estará dentro ou fora do mercado.

Bertussi esclarece ainda que as empresas do setor, associadas a ABRAFIT, estão preparadas para atender a demanda. e quot;Hoje há empresas executando serviços em todas as regiões do país, mas estão especialmente concentradas no Sul e Sudeste, onde os movimentos de exportação e os portos são maiores. No Brasil, comparando os custos dos tratamentos feitos em outros países, os valores são menores do que os praticados pela América do Norte em até 40%, por exemplo e quot;.

Sobre a ABRAFIT

A ABRAFIT – Associação Brasileira das Empresas de Tratamento Fitossanitário e Quarentenário – é uma entidade de âmbito nacional, sem fins lucrativos, que congrega empresas especializadas de tratamento fitossanitário e quarentenário registradas no Ministério da Agricultura e juridicamente habilitadas para a execução de tratamentos fitossanitários e quarentenários, em qualquer de suas modalidades.

Sua missão é representar os interesses das empresas associadas, promover o desenvolvimento técnico-operacional do setor, dentro dos princípios de preservação do meio ambiente, e colaborar com o Ministério da Agricultura e demais órgãos nos assuntos referentes à barreira fitossanitária e tratamentos fitossanitários e quarentenários. As empresas associadas a ABRAFIT estão subordinadas ao estatuto e regimento da entidade, têm comprovada capacidade técnica e experiência mínima de dois anos, de forma a oferecer maior segurança às empresas contratantes.

Mais informações

Telefone: (11) 5522-3300
E-mail abrafit@abrafit.org.br
Internet: www.abrafit.org.br

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Web:

www.domit.com.br

Contato:

Jamil

EMail:

info@domit.com.br

DDD e Telefones:

(41) 3356-1251

Descrição:

Formulação e Gerenciamento de Rações e misturas. Multi fórmula ou single fórmula. Para indústria e para nutricionistas. Cadastros abertos para qualquer espécie animal. Sem limites para ingredientes, nutrientes e fórmulas.

Versões: Acadêmica, Profissional e Corporativa multiusuário e multi cliente.

Edição Corporativa para banco de dados Oracle ou SQL Server.

Empresa:

Domit e amp; Domit

Razão Social:

Domit e amp; Domit Ltda.

CNPJ:

79737508/0001-27

País:

Brasil

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

As inscrições para o Concurso de Plano de Negócios em Biotecnologia, o 1º BioBusiness Supera, estão abertas até o próximo dia 15 de dezembro. O objetivo do concurso é atrair projetos de biotecnologia para serem incubados na Supera (Incubadora de Empresas de Base Tecnológica) ou Inbios (Incubadora de Biotecnologia em Saúde), ambas de Ribeirão Preto (SP).

Além disso, pretende-se estimular o empreendedorismo tecnológico na região de Ribeirão Preto e a transferência de tecnologia de universidades para empresas.
O 1º BioBusiness Supera é voltado a graduandos, pós-graduandos, docentes, pesquisadores, empresários e profissionais das áreas de negócios e biotecnologia. A participação pode ser individual ou em equipes de até três pessoas.

O vencedor receberá um prêmio de R$ 5.000,00; o segundo lugar ficará com R$ 2.000,00, e o terceiro levará R$ 1.000,00. O plano de negócios vencedor ganhará também uma vaga para incubação na Supera ou na Inbios, de acordo com disponibilidade e aprovação pelos conselhos das respectivas incubadoras.

Mais informações no site http://www.concursobiotecnologia.com.br/.

Fonte

ABIPTI – Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica
http://www.redeabipti.org.br

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Web:

www.sira.com.br/produtos_laboratorio_descritivo.jsp.html

Contato:

José Carlos Nogueira

EMail:

jose.nogueira@sira.com.br

DDD e Telefones:

(19) 3123-2301

Descrição:

Sistema para microcomputadores e tem como objetivo organizar, com segurança e eficiência, as rotinas diárias do laboratório.

Todos procedimentos realizados no laboratório são assistidos por um rígido controle de qualidade, definido e parametrizado pelo próprio usuário.

Os resultados analíticos são calculados automaticamente, permitindo a qualquer momento, o rastreamento do histórico de todo dado armazenado, inclusive para uma posterior análise estatística.

Possui a opção de elaborar, também de forma automática, o parecer técnico a ser incluído no laudo analítico.

Principais características:

  • Elabora laudos seguros, de alto nível e de fácil entendimento;

  • Economiza tempo, pois seu uso dispensa calcular, corrigir e datilografar laudos;

  • É amigável e de fácil operação;

  • É totalmente configurável, adequando-se a todo tipo de usuário, inclusive não existindo a obrigatoriedade de uso de todos os seus recursos;

  • O controle de qualidade é totalmente configurado pelo usuário;

  • Permite o controle de qualidade por propriedade e gleba;

  • Permite a análise de qualquer determinação;

  • Permite a análise de qualquer material;

  • Permite a definição das unidades dos resultados;

  • Permite a definição de tipos de amostras;

  • Permite a definição de tipos de análises;

  • Permite a definição de extratores;

  • Permite a definição de tipos de determinações;

  • Permite a definição de variáveis para entrada de dados;

  • Permite a definição de expressões algébricas para cálculo do resultado;

  • Organiza as rotinas de análises, distribuindo as amostras em badeja;

  • É multiusuário;

  • Permite a definição dos níveis de acesso aos módulos do sistema através de senhas personalizadas para cada usuário;

  • Permite a configuração do laudo;

  • Permite a configuração de diferentes analisadores;

  • Permite o envio de resultados analíticos via e-mail;

  • Permite o uso de formulários pré-impressos personalizados;

  • Possui rotinas de segurança como Backup do sistema e modelos para reparação de tabela;

  • Realiza o controle de qualidade desde a entrada da amostra até o cálculo e impressão dos resultados analíticos, segundo parâmetros definidos pelo usuário, permitindo o acompanhamento do histórico da origem da amostra.

Empresa:

Sira Solutions

Razão Social:

Sira – Soluções Informatizadas de Referências Agropecuárias Lrda.

CNPJ:

01.483.803/0001-07

País:

Brasil

Compartilhe esta postagem nas redes sociais